sábado, 22 de junho de 2013




“LEIA ESTA MENSAGEM, ELA EDIFICARÁ SUA VIDA”.
TEXTO:
JOÃO – 01
45. Filipe achou Natanael, e disse-lhe: Havemos achado aquele de quem Moisés escreveu na lei, e os profetas: Jesus de Nazaré, filho de José.
46. Disse-lhe Natanael: Pode vir alguma coisa boa de Nazaré? Disse-lhe Filipe: Vem, e vê.
47. Jesus viu Natanael vir ter com ele, e disse dele: Eis aqui um verdadeiro israelita, em quem não há dolo.
48. Disse-lhe Natanael: De onde me conheces tu? Jesus respondeu, e disse-lhe: Antes que Filipe te chamasse, te vi eu, estando tu debaixo da figueira.
49. Natanael respondeu, e disse-lhe: Rabi, tu és o Filho de Deus; tu és o Rei de Israel.
50. Jesus respondeu, e disse-lhe: Porque te disse: Vi-te debaixo da figueira, crês? Coisas maiores do que estas verás.
51. E disse-lhe: Na verdade, na verdade vos digo que daqui em diante vereis o céu aberto, e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do homem.

   INTRODUÇÃO
        Mais uma vez a boa e agradável palavra de Deus irão fazer um mover sobrenatural em nossos corações. Esta mensagem é algo que tem incomodado meu humilde coração e como tenho a incumbência de falar aquilo que Deus tem falado em meu coração, mais uma vez aqui estou eu, para ser mais uma vez um canal de benção para cada irmão e amigo leitor.

        Por dias tenho me incomodado com um personagem bíblico, cujo nome é Natanael ou Natan’el nome de origem Hebraica, cujo nome quer dizer “Deus deu”. Esse homem tem uma profunda personalidade no que se refere a sua psicologia e humor próprio e ministério, ele também é chamado de Bartolomeu, que quer dizer filho de tolomeu (bar=filho, Tholomai=arado, sulco).

        Seu encontro com o mestre foi algo fantástico e impressionante a todos nós. Por isso me senti incomodado. Tenho a bíblia como um verdadeiro paraíso de sabedoria, e quando medito nela e vejo algo que me chama a atenção, então não resisto e vou buscar algo mais para levar às ovelhas do Senhor uma palavra que lhes encham o estômago espiritual. Assim nasceu esta mensagem.
        Esta mensagem irá abençoar sua vida, e por isso peço que abra seu coração e se encha de mais uma bela e agradável palavra de Deus. 

    O ENCONTRO DE JESUS E NATANAEL
Segundo a história, Natanael havia sido associado de Filipe, em vários empreendimentos de negócios, e estava indo ver João Batista, quando se encontraram, e então seu amigo Felipe lhe dá uma grande informação. Felipe diz que ele havia encontrado um homem que haja vista, suas qualidades e sabedoria só poderia ser a pessoa de quem Moisés e os profetas escreveram. Porém, Natanael ao ouvir que este de quem seu amigo falava era de Nazaré, no mesmo momento ele é remetido ao vilarejo de Nazaré e faz uma pergunta que mais se parece com uma afirmativa: “Pode alguma coisa boa vir de Nazaré?”. Ele estava afirmando que aquele não seria o Messias, uma vez que nada foi profetizado que seria de Nazaré que Ele viria, nenhum profeta havia escrito isto, e Natanael era um grande conhecedor das escrituras, fariseu de nascença. E também como em uma pergunta ele quer saber se seria isso possível. 

Nazaré está localizada sobre uma colina a 350 metros em relação ao Mar Mediterrâneo, a cidade é rodeada por montes mais altos. Ao sul da cidade está a planície de Esdrelon, que fica na parte sul da Baixa Galiléia. 

O vilarejo de Nazaré era no tempo de Jesus um pequeno povoado de não mais de 30.000 metros quadrados (200 metros de comprimento por 150 de largura). As casas eram compostas geralmente por uma única sala que eram ligadas a uma gruta escavada à mão devido a fragilidade das rochas do local. 

Os evangelhos nos fornecem poucas informações para sabermos mais sobre esta cidadezinha, ou aldeia. Assim, diante dessa indagação inteligente de Natanael, seu amigo Felipe responde: “Vem e vê!”. Então ambos caminham em direção a uma das mais lindas e maravilhosas revelações da divindade de Jesus.

Quando Felipe vem se aproximando juntamente com Natanael, logo Jesus os vendo se aproximar faz uma exclamação sobre o moço. Jesus diz: “Eis aqui um verdadeiro israelita, em quem não há dolo.” Isso se referindo que ele era israelita por opção e não por tradição.

Mas Natanael que nunca havia se encontrado com Jesus, logo debate. Dizendo: “De onde me conheces tu!”. Se ele tivesse se encontrado com Jesus ele provavelmente se lembraria, mas Jesus não era conhecido de Natanael até então. Diante da pergunta de Natanael Jesus responde: “Antes que Filipe te chamasse, te vi eu, estando tu debaixo da figueira.” Mas como Jesus teria visto Natanael embaixo da figueira? Ou que figueira é esta a que Ele se refere? Quando teria visto Natanael naquele lugar? Visto que uma figueira era comum naqueles dias, pois se costumava ter uma plantada até mesmo nos fundos de casa. E se fosse esta a figueira que Jesus estava se referindo, seria possível que Jesus estivesse na casa de Natanael sem que ele soubesse? Mas quem era Natanael para que Jesus se referisse a ele como sendo um verdadeiro Israelita e que nele não havia intenções malignas?

    UMA FIGUEIRA 
Tudo começa com o fato de que ao ser apresentado a Jesus, Natanael ouve um elogio. Natanael é um israelita em que não há “fingimento” esse é o elogio que Jesus faz a seu respeito. Natanael nunca se encontrou com Jesus, então como Jesus pode afirmar isto dele? Jesus o viu debaixo da figueira. Natanael fica tão estupefato que se rende, com três declarações de fé em Jesus. O que há por trás disso?

Preste atenção. As casas dos israelitas eram de pouco luminosidade e, também por causa de crianças e animais que eram criados, eram lugares muito barulhentos. Os homens tementes iam meditar e orar debaixo das árvores, sendo embaixo da figueira, a mais comum para esta finalidade, talvez pela copa da árvore. Assim, a figueira se tornou a árvore do conhecimento da Torah, onde estudavam meditavam e oravam. Segundo alguns estudiosos, era “a árvore do conhecimento da felicidade e da desgraça”. Porque era ali, embaixo de uma figueira que os israelitas manifestavam seus sentimentos a Jeová. 

O que havia Natanael pensado debaixo da figueira? Teria ele orado pedindo a Deus para conhecer o Messias prometido? A presciência de Jesus causa um impacto profundo no coração de Natanael. A tríplice declaração de fé de Natanael mostra que ele foi alcançado em três pontos. Jesus era o Rabi. Era Filho de Deus. Era o Rei de Israel. Seriam estes os sonhos de Natanael expostos em momentos particulares, debaixo da figueira? Que momento lindo e impar é aquele. Só porque Jesus disse tê-lo visto debaixo da figueira, Natanael se rende a ele, com as três declarações.Tanta coisa por uma simples alegação de que fora visto debaixo da figueira? O que há de tão importante nisto? 

Ao reconhecer que as palavras de Jesus eram celestiais a primeira declaração é chamá-lo de Rabi, que implica em reconhecê-lo como o Mestre. A segunda declaração foi chamá-lo de filho de Deus, mostrando a paternidade e origem celestial de Jesus e em terceiro lugar é o de chamá-lo de Rei de Israel, indicando que Jesus era o Rei esperado e profetizado por muitos profetas.

Se a figueira era lugar de oração, quando Natanael orava, Jesus o vira. Como isto é confortador! Quando oramos, Jesus vê! Mas quem era verdadeiramente este homem chamado Natan’el? Qual era sua origem? 

   QUEM ERA NATANAEL
Querido amigo, irmão, o honesto Natanael, o sexto dos apóstolos escolhido pelo próprio Mestre, foi trazido a Jesus por seu amigo Filipe. Acredita-se que quando Natanael juntou-se aos apóstolos, ele tinha cerca de trinta anos, aproximadamente a idade de Jesus. Era o mais jovem de uma família de sete irmãos, solteiro, era o único esteio de pais idosos e enfermos, vivendo com seus pais em Caná; os seus irmãos e uma única irmã eram pessoas casadas ou já falecidas, e nenhum deles vivia em Cana.

Natanael e Judas Iscariotes eram os dois homens mais bem instruídos entre os doze. Se estudarmos a psicologia dos discípulos veremos isto. Natanael também havia chegado a pensar em se estabelecer como um mercador. Os outros discípulos logo começaram a referir-se a Natanael em termos que significavam honestidade e sinceridade. E essa era a sua grande virtude, ele era tanto honesto, quanto sincero, mas uma fraqueza do seu caráter era o seu orgulho, ele era muito orgulhoso, da família, da cidade, da própria reputação e da nação de Israel. 

Sob muitos pontos de vista, Natanael era o gênio ímpar entre os doze. Ele era o filósofo apostólico e o sonhador. Embora um filósofo, também tinha momentos de humor e quando estava com o humor certo, Natanael era o melhor contador de histórias. Jesus gostava muito de ouvir Natanael discorrendo sobre diversos assuntos. 

Os apóstolos todos amavam e respeitavam Natanael, e este se dava bem com todos, exceto com Judas Iscariotes. Judas não acreditava que ele levasse o seu apostolado a sério. Muitas vezes, quando Jesus encontrava-se nas montanhas com Pedro, Tiago e João, e as coisas estavam ficando tensas e confusas entre os apóstolos, quando até mesmo André estava em dúvida sobre o que dizer aos seus irmãos inconsoláveis, Natanael aliviaria a tensão com um pouco de filosofia ou com um lance de humor e um humor certamente de boa qualidade. 

O que Natanael mais reverenciava na pessoa de Jesus era a sua tolerância. Ele nunca se cansou de contemplar a grande abertura da mente de Jesus e a generosa compaixão do Filho de Deus. O pai de Natanael (tolomeu) morreu pouco depois de Pentecostes e, depois disso, segundo estudiosos, esse apóstolo foi para a Mesopotâmia e para a Índia proclamar as boas-novas do Reino e batizar os crentes. Os seus irmãos, os outros discípulos, jamais souberam o que aconteceu com o seu ex-filósofo, poeta, e humorista. Ele salvou muitas almas e essas conversões provocaram uma enorme inveja nos sacerdotes locais, que conseguiram a ordem de tirar a pele de Bartolomeu e depois decapitá-lo. Natanael morreu na Índia.

    NATANAEL EMBAIXO DA FIGUEIRA
Herodes era o governador da Judéia na época em que Jesus Cristo teria nascido. Ao receber a notícia de que o Messias teria vindo ao mundo na cidade de Belém, Herodes preferiu cortar o problema pela raiz antes que o tal salvador de fato se transformasse em um problema para ele. Foi então que ordenou que seus guardas matassem todos os meninos com menos de 2 anos que encontrassem na cidade de Belém e nos seus arredores. Alguns historiadores tentam calcular qual seria a dimensão desse crime. O americano Raymond Brown, autor do livro “O Nascimento do Messias”, estima que a vila de Belém tivesse cerca de mil habitantes na época e cerca de 20 se enquadravam nas características do menino Jesus.

É difícil estimar qual seria a dimensão desse infanticídio hoje, mas se considerarmos a população atual da cidade de Belém, podemos fazer uma projeção. Dois milênios depois do nascimento de Jesus, a cidade continua com ares de vila, com 27 mil habitantes. Portanto, é provável que o número de meninos menores de 2 anos chegasse a 500 (considerando a mesma proporção da época de Herodes). Já seria uma chacina e tanto. A esse número devemos incluir as cidades vizinhas. 

Então se considerarmos que Natanael tivesse a mesa idade de Jesus, isso o leva ao cenário da matança dos meninos, realizada pelo homicida chamado Herodes. Agora segundo relatos históricos essa é a história de Natan’el BarTolomeu (Natanael filho de tolomeu).

Quando se começou os assassinatos de Herodes, sua mãe temeu ter seu precioso filho morto pelos soldados, então ela o escondia o bebê em baixo de uma figueira específica, depois sua mãe orava a Deus pedindo proteção e pedindo que aquela criança vivesse para ver o Messias. E todas as vezes que os soldados passavam o menino estava em meio às folhas da figueira.

Quando Natanael completou quinze anos de idade, já salvo da matança, sua mãe o chamou e contou de como o escondera embaixo da figueira e de como orava para Deus. Também disse para que Natanael não contasse essa história para ninguém. Era como um segredo familiar e pessoal de Natanael.

Ninguém além dele e de sua mãe sabia dessa história. Então quando ele pergunta a Jesus de onde o conhecia, Jesus revela seu maior segredo, ao dizer que o viu debaixo da figueira, quando estava escondido para escapar da morte e então Natanael se vê diante daquele do qual sua amada mãe havia pedido a Deus para que ele um dia pudesse ver, o Messias prometido.

   CONCLUSÃO
Natanael foi o sexto discípulo escolhido por Jesus e graças a Deus, ele decidiu ir encontrar com o mestre e assim ele teve a certeza de que Jesus era realmente o Messias, o filho de Deus que veio para salvar toda a humanidade, e isso inclui a você meu amigo leitor. 

Veja que Jesus disse: Eu te vi debaixo da figueira. E não debaixo de uma figueira. Isso me mostra que a figueira também era conhecida de Jesus. Então eu te pergunto, você tem uma figueira para meditar no Senhor?

Jesus é o único que pode revelar e realizar nossos segredos e sonhos. E mesmo que nós estejamos em baixo de uma figueira sozinhos, mas em comunhão com o Senhor, Ele está nos vendo e pode mudar nossa história. Por isso creia que Jesus pode realizar seus sonhos, creia.

sábado, 1 de junho de 2013

Crise - Tempo de Deus Fazer Milagres

Crise - Tempo de Deus Fazer Milagres

2 Rs 7:1-2



INTRODUÇÃO:   

O que é um milagre? Milagre é a intervenção divina numa situação, alterando radicalmente o curso normal da mesma


Milagre não se explica! Milagre se vive! 

Não tem como você explicar o que Deus vai fazer na sua vida


Condições próprias você não tem! E é por isso que é milagre!
 Por que se você tiver condições aí não é milagre!

Milagre é quando você faz tudo o que tem que fazer e não da certo,
 ai entra o agir de Deus 
e tudo da certo

E! eu quero profetizar pra você no inicio desta mensagem, que o milagre de Deus vai

 chegar na sua vida! Seu vizinho não vai entender! Seu colega não vai entender! 
Seu parente não vai entender! Mais que o milagre vai chegar! VAI CHEGAR!

Agora, entenda a maioria dos milagres acontecem em tempos de crise.

 É no meio as crises que Deus manifestar seu imenso poder, ainda que muita gente
 não consiga entender nem acreditar.


Quero falar nesta noite do milagre que aconteceu em Samaria, no meio de uma grande
 crise Deus fez um grande milagre, vejamos:


1 - SAMARIA SOFRE UMA GRANDE CRISE

O rei da Síria Ben-Hadade ajuntou seu exercito e cercou Samaria e fechou todas as
 entradas e saídas da cidade com isso impossibilitou à entrada e saída de transportes
 de alimentos.

Apesar dos agricultores produzirem comida suficiente para alimentar o povo por um

 período, o cerco durou vários dias e a fome tomou conta de Samaria

A cidade foi a falência, a inflação foi elevada: "...uma cabeça de jumento por oitenta peças

 de prata e a quarta parte de esterco de pombas por cinco peças de prata" II Rs.6:25

A fome chegou a um patamar tão grande que 2 mães chegaram ao ponto de cozinhar o filho

 pra comer 2 Rs 6:26-29


O rei de Israel ficou indignado com aquela situação, mas, não assumiu seu erro de
 estratégia em fortalecer a cidade e criar novos meios de provisão contra um possível cerco

Antes, procurou um culpado pelo episódio: O profeta Eliseu:- assim me faça Deus e 

outro tanto, se cabeça de Eliseu filho de Safate, hoje ficar sobre ele v,v 31
Este é o maior problema de muita gente, é só chegar a crise que começa a procurar alguém
 para jogar a culpa
Muitos se recusam a assumir sua culpa, antes transfere para os outros a causa do seu fracasso:

Lembra de adão e Eva: - a mulher que tu me destes... a serpente me enganou e eu comi...

Ei! No meio da crise não procure culpados! Assuma os seus erros, e procure ajuda naquele que

 pode fazer milagres em tempo de crise


2 - NO MEIO DA CRISE SEJA UM PROFETA DA PROSPERIDADE

O rei de Israel enviou um mensageiro ate a casa do profeta Eliseu, Eliseu ao receber 
o mensageiro do rei, marcou dia e hora para terminar a crise:

" ...assim diz o Senhor, amanhã, quase a este tempo, uma medida de farinha haverá por

 um siclo, e duas medidas de cevada por um siclo à porta de Samaria" II Rs.7:1
Ei! Quem sabe você esta também passando por uma grande crise, crise financeira, crise

 familiar, crise no ministério, crise espiritual...etc

Deixa eu te dizer algo nesta noite! Ao invés de murmurar, ao invés de ficar lamentando a

 situação, profetize vitoria na tua vida! Profetize bênção no teu lar! No teu trabalho,
Profetize bênção na tua igreja,! Profetize bênção na tua saúde!

Ei! Não se esqueça e no tempo de crise que Deus faz milagres! Ele só realiza milagres quando

 eles são necessários, se nesta noite você precisa do milagre, creia que ele vai acontecer na sua vida!


3 - O CAPITÃO DUVIDOU DA PALAVRA DO HOMEM DE DEUS

"Eis que ainda que o Senhor fizesse janelas no céu, poder-se-ia fazer isso?" 2 Rs 7:2

Para o capitão do rei de Israel, Deus não iria atropelar o curso normal da situação

Pois o trigo ou a cevada, são semeados, nascem, crescem e frutificam, levando algum tempo

 para esse processo, para quem não crê é sempre difícil crer numa intervenção sobrenatural
 de Deus. O milagre que Eliseu profetizou, seria quase que instantâneo: "amanhã"

Ele não disse: - quando chegar a colheita – daqui a 4 meses – quando o exercito da síria

 terminar o cerco ele disse ``amanha´´.

Para o capitão, se meios naturais seriam quase que impossíveis quanto mais meios

 sobrenaturais: "...ainda que o Senhor fizesse janelas no céu..." 


Nunca questione a procedência do milagre, somente aceite, milagre não se explica!
 Milagre se vive! 


4 - LEPROSOS INTRUMENTOS PARA O MILAGRE DE DEUS

Para realizar o milagre em tempo de crise Deus usou quatro leprosos que estavam fora
 da cidade

Pessoas que estavam a margem da sociedade, completamente fora do sistema.

A lei de Moises em vigor naquela época era muito rígida com as pessoas leprosas,

 assim que alguém descobria ser vitima de tal enfermidade era expulso do convívio social, 
viviam fora da cidade.

Os leprosos não tinham convívio social, Vivia fora da cidade, não tinham convívio familiar:

 Vivia longe da família, não tinham convívio religioso: não podiam freqüentar a sinagoga

A lepra era uma enfermidade contagiosa por isso Tinham que gritar a uma distância de

 cem metros: "imundo, imundo...". 


Mas o que nos chama atenção no agir do nosso Deus é que ele não age pela lógica humana,
 parece que Deus vai à contramão de tudo aquilo que nos pensamos ser o correto.

o agir sobrenatural de Deus neste caso foi algo tremendo! Deus usou pessoas que estavam

 à margem da história, vivendo crises existenciais, sem nenhuma perspectiva de vida, para
 realizar o milagre da provisão

Para Deus isso é coisa simples, para nós uma surpresa, mas Ele gosta de nos surpreender. 


- Para transportar Jonas para cidade de Nínive, mandou um grande peixe, quando um
 navio ou mesmo uma carruagem seria o mais simples.

- Para sustentar Elias durante 3/6 de seca, mandou corvos e uma viúva pobre , quando o

 mais simples seria pessoas ricas cuidar de seu profeta

- Usou Davi para matar Golias, quando o mais simples seria um bem dotado e treinado exército

- Preparou apenas trezentos homens para Gideão vencer os Midianitas, quando o mais simples

 seria uma aliança de vários exércitos.

Para fazer o milagre em Samaria usou 4 leprosos, Deus sempre nos surpreende, tem gente

 passado por grandes crises e esperando um milagre de Deus na sua vida.

Mas, ficam esperando nos grandes homens deste mundo, nos pregadores de renome, 

no profeta famoso da TV, no dia que tiver uma festa na sua igreja e vier alguém famoso que ora.


Ei! Quem sabe Deus quer usar pra fazer o milagre na sua vida é alguém simples, alguém que
 esta no anonimato, o menor da casa.

Ele usa quem ele quer, poder ser uma criança, pode ser um analfabeto, pode ser um pessoa

 pobre de chinelo no pé.

Ei! Pra fazer milagre ele usa até leproso! Sabe por quê? Por que o poder é dele, a gloria é dele

, a unção é dele, então ele usa quem quer, na hora que ele quer e da maneira que ele quiser.

O que importa não é o vaso, mais sim o que esta dentro do vaso!

Enquanto a fome assolava Samaria, aqueles 4 leprosos que viviam de fora da cidade tomaram

 uma decisão: - se entrar-mos na cidade, há fome na cidade e morreremos lá, se ficarmos
 aqui morreremos aqui, então vamos até o arraial dos Sírios, se nos deixarem viver, viveremos,
 se nos matarem, tão somente morre remos 2 Rs 7:4


Enquanto aqueles 4 leprosos caminhavam em direção ao acampamento dos Sírios, Deus
 tornou aos ouvidos dos sírios, os passos dos leprosos como um poderosos exército em marcha.

Agora, imagine comigo, a dimensão deste milagre! 4 leprosos caminhado, famintos, doentes,

 talvez faltando parte dos pés, dos dedos, caminhado lentamente, talvez até cambaleando.

Mas, Deus fez seus passos como trovão, lá no arraial os Sírios, eles ouviram um ruído de um 

grande exercito com carros cavalos, eles tiveram tanto medo que disseram: - o rei de Israel
 alugou os exércitos do Egito para pelejar contra nos
Saíram fugindo com medo e deixaram para traz; suas tendas, seus cavalos, suas armas e seus

 tesouros


5 - POR QUE DEUS USOU 4 LEPROSOS?

Existem pelo menos 2 razoes para Deus ter usado aqueles 4 leprosos para realizar o milagre
 em meio a grande crise de Samaria

Ele poderia ter usado Eliseu, afinal ele era o profeta daquela época, mas não usou!

Poderia ter usado o rei de Israel, ele era a maior autoridade em Samaria, mas não usou!

Poderia ter usado o capitão com seu exército, mas não usou! Deus preferiu 4 leprosos!

 Sabe por quê?


1° lugar - por que leprosos não são egoístas

Quando eles chegam no arraial dos Sírios eles tinha fugido desesperados, deixando tudo
 para traz, eles entraram em uma tenda comeram e beberam, entraram em outra pegaram
 prata e ouro.

Mas, de repente caíram em si e disseram: - não fazemos bem, hoje é dia de boas novas e

 nós nos calamos... 2 Rs7:9

Em outras palavras: - está errado o que estamos fazendo. Lá em Samaria, nossos parentes,

 nossos amigos, nossos irmãos estão morrendo de fome e nós aqui comendo a vontade
 enquanto isso acontece.

Embora eles tenha nos desprezado, embora eles tenham nos expulsado por causa da nossa

 lepra, nós não podemos ficar calados, hoje é dia de boas novas!

Ei! Deixa eu te dizer algo nesta noite! Embora o mundo nos despreze, embora o mundo

 nos odeie, mesmo assim devemos continuar pregando, dizendo que hoje é dia de Boas Novas,
 isto é compartilhar o que Deus tem feito por nós.
Os leprosos no meio da crise encontraram no arraial dos Sírios comida e bebida, e isto mudou

 a vida deles e nos no meio do arraial deste mundo encontramos Jesus e a nossa vida foi mudada,
Istoé boas novas


2° lugar - os leprosos reconhecem o tempo de Deus

Os 4 leprosos reconheceram que no tempo de Deus, não existe lugar para isso: "...se esperarmos
 até a luz da manhã, algum mal nos sobrevirá, pelo que vamos agora e anunciemos a casa do
 rei."II Rs 7:9
A melhor coisa é estarmos dentro do tempo (kairós) de Deus, e o tempo de Deus para nós é agora.
Não espere pelo amanha, não deixe para depois, anuncie hoje: o milagre de Deus acontece

 em tempos de crise


Conclusão:

O capitão do exército de Israel não creu que Deus podia fazer um grande milagre no meio 
daquela tão grande crise.
Ele acabou morrendo atropelado pelo próprio milagre 2 Rs 7:19-20 viu o milagre

 acontecendo mais não desfrutou dele.
Ei! Não duvide do poder de Deus! É justamente no meio das crises que o milagre acontece,

 muitos estão morrendo no meio da bênção, vendo; porém sem desfrutar dela
Mais que não seja assim com você, por mais que as coisas estejam difíceis creia em

 Deus e no seu Poder, Ele vai transformar sua crise em um grande milagre, e fazer de
 você mais que vencedor em Cristo Jesus