terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Provérbios 30:15 A sanguessuga tem duas filhas, a saber: Dá, Dá.
DESTRUIR O ESPÍRITO DE MISÉRIA.
Se uma pessoa tem espírito de miséria, não adianta campanha de prosperidade ou de oração, seminário de prosperidade, etc. Ela tem que ser liberta, muitas vezes é um mal que acompanha a família hà muitas gerações.
"Quais são os sintomas de uma pessoa miserável?"
Provérbios 30:15 – O miserável está sempre pedindo "dá, dá", quer sempre receber, nunca tem pra dar, e está sempre atrás de um benefício.
Tudo que acha pela rua, leva para casa. Quando vai na casa dos outros pergunta "o que você vai fazer com isso, dá pra mim?"
Provérbios 20:13 – O miserável gosta de dormir, gosta de ficar "esborrachado" no sofá, na cama, na calçada, na cadeira por horas sem fazer nada. A casa está suja, o carro está sujo, no quintal está criando onça, de tanto mato, e o miserável está lá deitado!
O miserável compra um sofá em 12 vezes, e quando consegue pagar a última prestação o sofá já está todo estragado, tem que comprar outro. E por ser desorganizado, nunca consegue ter bens, porque destrói tudo.
Provérbios 21:17 – O miserável gosta de "curtir", fica à toa no boteco. De tudo que necessite esforço físico ou mental, ele não gosta. Mas tudo aquilo que ele pode fazer para se divertir sem usar a mente, ele gosta.
Os cientistas dizem que se nós não ativarmos os neurônios do nosso cérebro, eles queimam e param de funcionar, e então, quando ficamos velhos caducamos.
Espírito de miséria não é um demônio, mas o espírito da própria pessoa que está presa em uma mentalidade miserável. A mente tem que passar por uma transformação –Romanos 12:2.
Somente com Jesus uma pessoa pode transformar-se em uma nova pessoa – I Coríntios 5:17. 
O ESPIRITO DA MISERIA
Mamom deus do dinheiro, responsável pela miséria e nos causar provações e necessidades. Mt 6 24 Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom.
Ele sempre insistirá que ofertar nos tornará mais pobres e miseráveis
Nunca devemos crer nele
Agir como avarento nos tornará miseráveis
Miséria, pobreza extrema, estado vergonhoso, indigno, insignificância, pessoa sem importância, falta, privação, defeito, imperfeição, avareza
Como age o espírito da miséria
1º) Ele enche os nossos olhos, a fim de que fiquemos dominados e não busquemos uma orientação vinda de Deus.
2º) Ele nos paralisa quando precisamos assumir uma posição para progredir.
3º) Faz com que nos contentemos com menos quando Deus preparou mais, então estacionamos e somos roubados
4º) Por fim nos conduz à miséria, quando passamos a nos contentar com qualquer coisa. 
Como Quebrar
1º) Ser humilde e crer no cuidado de Deus para com sua vida
2º) Ter uma aliança com Deus em sua vida financeira, e ser fiel a Ele em toda e qualquer situação
3º) Não se precipitar movido por valores materiais, mas saber que do Senhor você receberá sempre o melhor, no Seu tempo.
Rm 12.2 “E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”
Como mudar a mente
1) O próspero se apresenta como próspero
Aparência, postura, educação fazem parte de um profissional próspero. Este profissional é desejado no mercado.
2) O próspero pensa e age como próspero
Disposição, prontidão ao desafio, visão de futuro, trabalho e dedicação, poder de reflexão e atitudes ousadas demonstram que a miséria não tem espaço na vida de um profissional.
3) O próspero incentiva a excelência
Organização, disciplina, zelo, ambiente produtivo, liderança, clareza, honestidade e praticidade são características de um profissional que não aceita a miséria no seu ambiente de trabalho.
4) O próspero se prepara para ser próspero
Se prepara para o que Deus vai lhe dar.
5) O próspero é próspero para Deus
Fidelidade, liberalidade E Amor pela sua Obra faz de um profissional um homem habilitado para prosperar.
ATO PROFÉTICO
REPETIR: todas as sentenças e decretos do mal de miséria, pobreza, Toda influência de mamom contra minha vida, minha casa, família, trabalho, é removido agora em nome de Jesus.
BISPO Anderson Camargo

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Vamos ver agora atitudes certas em momentos inadequados.quando deveriam ter sido antes.
(1) Exodo 15.20.
Então Miriã, a profetisa, irmã de Arão, tomou na mão um tamboril, e todas as mulheres saíram atrás dela com tamboris, e com danças. 21 E Miriã lhes respondia: Cantai ao Senhor, porque gloriosamente triunfou; lançou no mar o cavalo com o seu cavaleiro.Quando deveria ter Adorado a Deus Antes de ATRAVESSAR O MAR VERMELHO.
(2)Marcos 16:1-8 1 Quando terminou o sábado, Maria Madalena, Salomé e Maria, mãe de Tiago, compraram especiarias aromáticas para ungir o corpo de Jesus.
2 No primeiro dia da semana, bem cedo, ao nascer do sol, elas se dirigiram ao sepulcro,
3 perguntando umas às outras: "Quem removerá para nós a pedra da entrada do sepulcro?"
4 Mas, quando foram verificar, viram que a pedra, que era muito grande, havia sido removida.
5 Entrando no sepulcro, viram um jovem vestido de roupas brancas assentado à direita e ficaram amedrontadas.
6 "Não tenham medo", disse ele. "Vocês estão procurando Jesus, o Nazareno, que foi crucificado. Ele ressuscitou! Não está aqui. Vejam o lugar onde o haviam posto.
7 Vão e digam aos discípulos dele e a Pedro: Ele está indo adiante de vocês para a Galileia. Lá vocês o verão, como ele disse."
8 Tremendo e assustadas, as mulheres saíram e fugiram do sepulcro. E não disseram nada a ninguém, porque estavam amedrontadas.QUANDO DEVERIAM ADORA-LO QUANDO ELE ESTAVA VIVO,Á EXEMPLO DISSO VEJA, Marcos 14;3-9 Que diz E, estando ele em betânia, assentado à mesa, em casa de Simão, o leproso, veio uma mulher, que trazia um vaso de alabastro, com ungüento de nardo puro, de muito preço, e quebrando o vaso, lho derramou sobre a cabeça.
E alguns houve que em si mesmos se indignaram, e disseram: Para que se fez este desperdício de ungüento?
Porque podia vender-se por mais de trezentos dinheiros, e dá-lo aos pobres. E bramavam contra ela.
Jesus, porém, disse: Deixai-a, por que a molestais? Ela fez-me boa obra.
Porque sempre tendes os pobres convosco, e podeis fazer-lhes bem, quando quiserdes; mas a mim nem sempre me tendes.
Esta fez o que podia; antecipou-se a ungir o meu corpo para a sepultura.
Em verdade vos digo que, em todas as partes do mundo onde este evangelho for pregado, também o que ela fez será contado para sua memória.ESSA MULHER ADOROU ANTES.
(3)Oito dias depois, achavam-se os discípulos, de novo, dentro de casa, e Tomé com eles. Jesus veio, estando as portas fechadas, pôs-se no meio deles e disse: “A paz esteja convosco!” Disse depois a Tomé: “Põe teu dedo aqui e vê minhas mãos! Estende tua mão e põe-na no meu lado e não sejas incrédulo, mas crê!” Respondeu-lhe Tomé: “Meu Senhor e meu Deus!” Jesus lhe disse: “Porque viste, creste. Felizes os que não viram e creram!” 
(Jo 20,26-29)QUANDO DEVERIA TER ACREDITADO ANTES E SE ALEGRADO.E VOCÊ DIANTE DE TUDO O QUE VOCÊ ESTÁ PASSANDO SUAS ATITUDES TEM SIDO CORRETAS NOS MOMENTOS CERTOS.CREIA QUE DEUS ESTÁ NO CONTROLE DE TUDO APENAS CREIA E O ADORE DE TODO O SEU CORAÇÃO.
ILUSTRAÇÃO.
EM TUAS MÃOS ENTREGO O MEU DESTINO
Alguns botânicos exploravam certas regiões montanhosas à procura de novas espécies quando, através de binóculos, avistaram uma flor desconhecida encravada numa estreitíssima fresta de uma encosta muito inclinada.
Somente seria possível pegá-la se uma pessoa pequena e leve concordasse em ser baixada por meio de uma corda. E eles pediram a um menino que estava na expedição que aceitasse a tarefa.
O pequeno olhou para o fundo do abismo, deu meia-volta, saiu em direção ao acampamento e disse-lhes que voltaria num instante.
Algum tempo depois ele voltou trazendo o pai pelas mãos e explicou suas condições:
- Eu descerei para pegar a flor, se o meu pai segurar a corda.DEUS ESTÁ SEGURANDO A CORDA AMÉM 
BISPO Anderson Camargo

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Jesus prometeu que voltaria para buscar os seus discípulos e todos que cressem em seu nome.
Então o que é o Arrebatamento da Igreja? É o evento no qual Deus remove todos os crentes da terra para realizar o fim de todas as coisas e o Juízo Final.
Como será o arrebatamento?
Vamos estudar um pouco sobre o arrebatamento:
1- SUSTO: Lucas 17.34-36 “Eu lhes digo: Naquela noite duas pessoas estarão numa cama; uma será tirada e a outra deixada. Duas mulheres estarão moendo trigo juntas; uma será tirada e a outra deixada. Duas pessoas estarão no campo; uma será tirada e a outra deixada”.
O arrebatamento será um susto que vai pegar muitas pessoas de surpresa. De repente uma pessoa vai desaparecer. Certamente isso vai acontecer apenas com quem é um cristão fiel, sendo deixado para trás apenas quem não estiver preparado. Será num momento que ninguém espera, pois “quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição” (I Tessalonicenses 5.3).
Prepare-se para não ser surpreendido!
2- VISÍVEL: Apocalipse 1.7 “Eis que vem com as nuvens, e todo olho o verá, até quantos o traspassaram”.
A volta de Jesus será vista por todas as pessoas no mundo inteiro, tanto os que estiverem vivos naquele momento como aqueles que já tiverem morrido, pois ressuscitarão para ser salvos ou para ser julgados. Embora muitos não perceberão a cena do arrebatamento, por sua rapidez, “haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas; sobre a terra, angústia entre as nações” (Lucas 21.25) que demonstrarão estes acontecimentos. O arrebatamento será seguido pela volta de Jesus para que todas as pessoas o vejam como Rei voltando quando “aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem; todos os povos da terra se lamentarão e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu, com poder e muita glória” (Mateus 24.30).
Todos verão Jesus quando voltar!
3- Após a RESSURREIÇÃO: I Tessalonicenses 4.16-17 “Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor”.
O Arrebatamento da Igreja será em seguida à primeira ressurreição, quando os mortos em Cristo serão levantados para se encontrar com seu Mestre. Outra ressureição acontecerá depois do milênio para o julgamento final, quando os que morreram sem receber a Jesus como Senhor, serão levantados para ser julgados. Jesus deixou isto claro quando afirmou que “vem a hora em que todos os que se acham nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão: os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida; e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo” (João 5.28,29). Por isso são chamados de “bem-aventurado e santo é aquele que tem parte na primeira ressurreição” (Apocalipse 20.6). Embora a ressurreição dos crentes seja primeiro que o arrebatamento, este será simultâneo e em seguida.
Após a ressurreição acontecerá o arrebatamento!
4- INESPERADO: Mateus 25.13 "vigiai porque não sabeis o dia e nem a hora“.
O arrebatamento será surpreendente, porque “a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, senão o Pai” (Mateus 24.36) e não devemos procurar descobrir inutilmente porque “não vos compete conhecer tempos ou épocas que o Pai reservou pela sua exclusiva autoridade” (Atos 1.7). Jesus deixou bem claro que surgiriam falsos profetas marcando a sua volta e não deveríamos acreditar (Mateus 24.23,24). Então nosso dever é estar preparado para este momento.
Ninguém sabe quando será o arrebatamento!
5- RÁPIDO: I Coríntios 15.51-52 “Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados; Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados”.
O arrebatamento será repentino. Nada se compara à rapidez deste acontecimento, “porque assim como o relâmpago, fuzilando, brilha de uma à outra extremidade do céu, assim será, no seu dia, o Filho do Homem” (Lucas 17.24). Mesmo as câmeras e toda a tecnologia não serão capazes de registrar com exatidão estes fatos, principalmente porque ninguém estará livre de ser alvo de tudo para se tornar apenas espectador.
O arrebatamento vai ser muito rápido!
Você está preparado para o arrebatamento?
-CONCLUSÃO: Apocalipse 22.7 “Eis que venho sem demora”
A coisa mais importante é se preparar para ser arrebatado. Mesmo quem não sabe nada disso que foi estudado, mas se estiver pronto será levado para o céu com Jesus. De qualquer forma precisamos aprender sobre o assunto buscando capacitação espiritual para receber esta graça.
Prepare-se para o arrebatamento!
BISPO Anderson Camargo

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

“E, chegando-se, pensou-lhe os ferimentos, aplicando-lhes óleo e vinho; e, colocando-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e tratou dele”
Lucas 10.34
-Introdução: A parábola do Bom Samaritano traz lindas mensagens para nossas vidas. Temas como o preconceito, religiosidade e obra social são extraídos desta fonte tão rica de conhecimento deixada por Jesus. O samaritano tinha algo que o levita e o sacerdote não tiveram, além do amor, de seu tempo dedicado àquela vida e do que pagou para sua hospedagem, aplicou Vinho e Óleo nas suas feridas.
O nosso próximo é quem está mais perto de nós. Às vezes pode ser um vizinho que ainda nem conhecemos, mas que está precisando de ajuda. Pode também ser uma pessoa da própria casa, que dorme debaixo do mesmo teto e não sabemos o que está acontecendo. Alguém pode estar sofrendo perto de você, sem que você saiba. Por isso precisamos estar sempre preparados para dar o remédio quando encontramos uma pessoa ferida.
Como levar cura aos feridos?
Vamos meditar nos ingredientes que o samaritano aplicou para curar as feridas:
1- VINHO:
O vinho, ou mosto (polpa da uva)¹ era a bebida carregada nas viagens para saciar a sede. Provavelmente o samaritano ofereceu o vinho para hidratar o corpo do homem caído há horas no sol quente do deserto. Mas o texto indica que o vinho foi aplicado sobre as feridas, talvez com o propósito de limpar e esterilizar os machucados.
A primeira coisa que precisamos ter para ajudar ao próximo é o vinho que é componente da Santa Ceia (Mateus 26.26-29), também representa a comunhão entre os irmãos (I Coríntios 11.23-26) e acima de tudo simboliza o sangue de Jesus (João 6.53-56). O perdão de Deus é alcançado porque “o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado” (I João 1.7) e fomos lavados neste sangue (Apocalipse 7.14).
Como servos de Jesus, precisamos levar este vinho para curar as feridas das pessoas. Anunciar o perdão de seus pecados pelo lavar regenerador do sangue de Jesus. Chamar estas vidas para a comunhão com Deus e com o próximo, restaurando sua vida espiritual e social.
O perdão é o remédio de Deus para quem está sofrendo. A comunhão é a esperança de uma nova vida onde se encontra apoio entre os irmãos de fé. Por isso, a igreja precisa levar este vinho para socorrer vidas que estão feridas pelos caminhos.
O Vinho é o perdão e a comunhão para a cura!
2- AZEITE:
O óleo era muito usado pelos viajantes para untar o corpo para que a pele não se ressecasse no calor. Vários tipos de óleo são usados por suas características aromáticas. O azeite de oliva ou azeitona era o tipo mais comum. Sua utilidade era para a alimentação (Ageu 2.12) e também para acender lâmpadas (Êxodo 25.6 e Mateus 25.3-8). Também era aplicado sobre pessoas enfermas ministrando cura de suas doenças (Levíticos 14.15-18). Alguns tipos de óleo como o bálsamo, têm características cicatrizantes, podendo ser usado como remédio para ferimentos (Jeremias 8.22). Derramar azeite sobre uma pessoa também significava autoridade para um ministério especial (I Samuel 16.13).
O azeite representa a unção do Espírito Santo que nos capacita a fazer a obra de Deus. Por isso, precisamos sempre ter este azeite em nossas vidas (Eclesiastes 9.8). Quando encontramos uma pessoa ferida, devemos levar esta unção que traz alívio para suas dores.
Como Jesus ensinou, como “luz no mundo” (Mateus 5.14) dando esperança para seu futuro. A Igreja é como um hospital de Deus, onde Jesus é o médico, os crentes são os enfermeiros e os doentes são aqueles que buscam a cura. Não podemos deixar faltar este azeite.
O Azeite é a unção e a cura!
Leve cura aos que estão feridos!
-CONCLUSÃO: Apocalipse 6.6 “não danifiques o azeite e o vinho”
A Palavra de Apocalipse 6.6 alerta que nos últimos tempos haverá escassez de recursos, mas exorta que o vinho e o azeite não devem ser danificados. Infelizmente percebemos que em muitos cristãos está faltando o vinho da comunhão e do perdão, bem como o azeite da unção e da cura. De nada adianta sermos levitas e sacerdotes se não tivermos o perdão e a cura para os que foram assaltados nos desertos da vida.
Nos tempos modernos temos inúmeros meios de comunicação, mas as pessoas estão distantes uma das outras. Precisamos ir ao encontro de quem está precisando de socorro. Mas não podemos deixar de levar o remédio representado pelo vinho e o azeite.
Há remédio para suas feridas!
BISPO Anderson Camargo