quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

ORAÇÃO NO FUNDO (Jonas 1.1-17)



Dentro do peixe, Jonas orou ao Senhor, o seu Deus(Jn 2.1)

Aprendi que quando a pessoa não aceita o chamado e a eleição de Deus pelo o amor, quase sempre ele fala por meio da dor.
É o caso do profeta Jonas. Embora sua fuga pecaminosa tenha concorrido para uma excelente vitória, ela serviu de mau exemplo para nós, os posteriores leitores desta palavra. Enquanto nos tempos de Jonas outros profetas ameaçavam as nações pagãs, ele relata a conversão do povo de Nínive, capital da Assíria, e a misericórdia justamente a um dos povos mais odiados por Israel. Esse livro mostra que o Deus Eterno não era naciona, ou seja de Israel ou de Judá somente, mas de toda humanidade. Ele quer que todos se convertam para que tenham vida.
É importante notar quantas descidas Jonas teve quando desobedeceu ao chamado do Senhor:
1) Desceu a Jope para um navio de alguma nação estrangeira, afastando-se da presença do Senhor.
2) Desceu para o porão do navio, o lugar mais imprestavel para permanecer, afim de dormir- era a descida da indiferença, enquanto todos estavam aflitos e desesperados com o vento forte no mar.
3) Quando descoberto e indentificado como culpado pela tragédia, a descida para o mar foi a unica possibilidade.
4) Finalmente, a descida para o ventre do peixe, onde Deus providenciou sua ultima chance de vida .
Foi exatamente ali, no fim de todos os recursos, que Jonas ora e clama por perdão. Deus o atende e lhe devolve a vida e a esperança. Foi terrivel descer, porem foi essencial para orar de forma bem mais real. Olhemos para possiveis descidas nossas e oremos ao Senhor, unico capaz de libertar e restaurar a vida.

A oração, mesmo no fundo do poço, muda a situação seja ela qual for.
Que a paz do Senhor Jesus, que excede todo entendimento esteja com todos.
Unidos em uma só fé.   

Um comentário:

  1. QUE DEUS ABENÇOE A TODOS OS IRMÃOS DESTE MARAVILHOSO MINISTÉRIO. A PAZ DE CRISTO!

    ResponderExcluir