quarta-feira, 16 de março de 2016

Não abra mão e não venda o seu pandeiro !!!
Então Miriã, a profetiza, a irmã de Arão, tomou o tamborim na sua mão, e todas as mulheres saíram atrás dela com tamboris e com danças. E Miriã lhes respondia: Cantai ao SENHOR, porque gloriosamente triunfou; e lançou no mar o cavalo com o seu cavaleiro. (Êxodo 15:20-21)
Miriã foi uma mulher que com certeza desde cedo aprendeu a andar nos caminhos do Senhor. Ela fazia parte do povo hebreu, o povo de Israel que foi libertado da escravidão do Egito. Foi ela quem levou o cesto com seu irmão Moisés, ainda bebê, para o Rio Nilo, e sugeriu a princesa que o encontrou para que o levasse a uma mulher hebréia a fim de amamentá-lo, dando assim oportunidade da sua mãe ficar perto do filho. Esta é a primeira vez que ouvimos falar da moça. Mas talvez o episódio da vida de Miriã que mais comentamos é a celebração que ela fez após o milagre da travessia no mar Vermelho: ela dançou com seu tamborim que guardou por 80 anos nunca abriu mão e muito menos vendeu seu tamborim....Exemplo a ser seguido porque o diabo dia após dia quer que esqueçamos do tamborim ou seja da alegria de Deus em nossas vidas,Eu aprendo que mesmo em meio tantas lutas na nossa vida nunca devemos abrir mão do nosso TAMBORIM OU BANDEIRO Porque vamos usa-lo ainda ou Seja vai ter VITÓRIA O MAR VAI SE ABRIR e Vamos usa-lo para louvarmos a Deus ALEUIA!!! E ela adorou a Deus pelo grande livramento que Ele havia lhes concedido. Porém, uma outra citação sobre Miriã que temos na Bíblia não é assim tão festiva e nem um pouco agradável. Deus a repreendeu porque junto com seu outro irmão, Arão, ela estava murmurando e reclamando. Ela se tornou leprosa e precisou ser excluída do acampamento do povo de Israel por sete dias – fato que era sinal de vergonha e impureza naquela época. Miriã era profetisa. Ela ajudava seu irmão na condução do povo pelo deserto em direção à Terra Prometida. Imaginemos então que era uma mulher que tinha dons, talentos, temor a Deus e era instrumento nas mãos Dele. Nos dias de hoje, seria uma líder, profeta, adoradora... uma “mulher de Deus”. Mas e quanto à repreensão dura de Deus que lhe aconteceu já na sua velhice? Isso nos revela que embora fosse uma mulher abençoada, Miriã também tinha seus defeitos, como eu e você. Lembre-se de adorar mesmo quando as coisas não acontecem como você imaginava. Miriã adorou a Deus nos momentos de livramento e milagres, Será que muitas vezes não agimos assim? Enquanto Deus nos presenteia com bênçãos, temos coração grato, mas basta um dia de aflição para que a nossa fé caia por terra e comecemos a reclamar e duvidar da presença de Deus nas nossas vidas. Nunca se esqueça que só o povo de Deus passou pelo deserto. Se você está enfrentando lutas e dificuldades, não desista, não blasfeme,Não abra mão do seu TAMBORIM OU PANDEIRO VOCÊ VAI PRECISAR DELE LÁ NA FRENTE. Prossiga firme e confiantemente. Deus te guiará até o oásis mais próximo. Faça do deserto uma escola, e ali mesmo, amadureça, adorando e louvando a Deus.
Chegamos então à conclusão de que Miriã foi falha, mas foi uma mulher poderosamente usada por Deus. Podemos aprender com erros de Miriã para não os cometermos. Mas também podemos aprender com as atitudes corretas que ela teve: obedeça a Deus, celebre-o sempre, coloque-se a disposição do Reino e seja usada pelo Senhor . Com certeza MIRIÃ marcou sua geração. Vamos marcar também? Amém!
A história de Miriã é contada em Êxodo 2:15; Números 12:20.1. Ela também é mencionada em Deuteronômio 24.9; i Crônicas 6.3; e Miquéias 6.4.
Bispo Anderson Camargo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário