sexta-feira, 10 de junho de 2011

PAIS E FILHOS



Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele.(Pv 22.6)

Salomão aqui nesse provérbio, ensina que devemos ensinar a criança no caminho em que deve andar, e até quando envellhecer, não se desviará do caminho, os pais devem ter um compromisso primeiro com Deus e com sua palavra, para estarem aptos a ensinar e disciplinar seus filhos de acordo com os ensinamentos das Sagradas Escrituras.
A palavra hebraica para instruir significa “dedicar”, o ensino bíblico no lar tem como propósito ensinar aos filhos a terem amor e dedicação para como os ensinamentos da palavra de Deus, para que através desse conhecimento estejam separados das influencias malignas deste mundo e instruídos nas coisas de Deus.
Os pais devem motivar seus filhos a buscarem a presença de Deus, para que eles possam desfrutar de experiências espirituais, serem cheios do Espírito Santo, Salomão deixa bem claro nesses versículos que a criança devidamente ensinada pelos pais, jamais se esquecerá de todos os benefícios desses ensinamentos.
Claro que não há uma garantia absoluta de que todos os filhos que forem ensinados vão permanecer fiéis a Deus,sabemos que vivemos no meio de uma geração ímpia e as influencias são muitos grandes, mas mesmo, os que em algum momentos forem influenciados a cederem diante das tentações, Deus os fará lembrar de tudo que fora ensinado.
Os dever dos pais é ensinar a palavra em sua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-se, e ao levantar-se.
O pai deve ser provedor da palavra dentro do lar, não irritando mas criando os filhos com respeito afim de demonstrar através da palavra o sentido verdadeiro da palavra amor.
Os pais devem abençoar os filhos, José foi abençoado por Isaque, e foi muito próspero mesmo estando em uma terra distante.
Lemos no livro de Jó que ele santificava seus filhos, na verdade Jó se levantava de madrugada e oferecia sacrifícios a Deus por cada um deles, como pai piedoso,Jó tinha zelo pelo bem estar espiritual de seus filhos. Na verdade ele vivia atento o modo de vida de seus filhos, Jó orava para que Deus os protegesse do mal e que eles experimentassem da parte de Deus a salvação e suas bênçãos.
O Salmista diz que os filhos são herança do Senhor, e o fruto do ventre o seu galardão, pais os filhos são dádivas de Deus, e requer dos pais uma criação sábia e cristã. Quando os pais e seus filhos aceitam, ensinam e seguem os caminhos e mandamentos do Senhor é que desfrutarão a plena benção de Deus.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

SEJA UM MANTENEDOR DESTA OBRA

DEPOSITE SUA OFERTA DE AMOR NA CAIXA ECONOMICA FEDERAL






AGENCIA: 4069
OPERAÇÃO: 003
CONTA CORRENTE: 00000602-7
EM NOME DA IG. UNIDOS EM UMA SÓ FÉ / QUALQUER VALOR QUE FOR DEPOSITADO VOCÊ PODERA ESTAR NOS ENVIANDO SUA CARTA.
ESCREVA UMA CARTA COM O NOME DAS PESSOAS QUE VOCÊ GOSTARIA QUE ORACEMOS POR ELAS POIS ESTAREMOS LEVANDO PARA O MONTE TODAS AS SEGUNDAS-FEIRA. DEUS ABÊNÇOE A TODOS.
ENVIE SUA CARTA PARA SEGUINTE ENDEREÇO: Rua Idalina Antunes Demarchi, 46
Parque Santo Antonio- Santo Amaro SP CEP: 05822-030
AC/ IGREJA UNIDOS EM UMA SÓ FÉ

QUE IMAGEM VOCÊ TEM DE SI MESMA?


"Também vimos ali gigantes, filhos de Anaque, descendentes dos gigantes; e éramos aos nossos olhos como gafanhotos e assim também éramos aos seus olhos".
Quando os doze espias voltaram de espiar a terra de Canaã, como Deus tinha ordenado a Moisés.
Dez vieram desanimados e tristes. O relatório deles foi que a terra realmente era boa, manava leite e mel, mas havia gigantes, homens poderosos e não podiam conquistar.
Todo Israel saíra do Egito com a promessa de Deus de entrar na terra de Canaã, durante a caminhada no deserto experimentaram vários milagres, a proteção de Deus era notória no meio do povo.
O dez homens vendo as fortalezas das cidades, e os habitantes que eram homens fortes e de grande estatura, esqueceram-se das promessas de um Deus todo poderoso, e deram lugar ao desânimo e ao complexo de inferioridade.
A pior visão não é aquela que os outros tem, acerca de nós e sim aquela que criamos de nós mesmas.
A bíblia está repleta de histórias do povo de Deus diante de problemas insolúveis.
Quando os filisteus em guerra contra os israelitas, desafiam um homem para pelejar contra o gigante Golias, todo Israel foge de diante dele e teme grandemente.
Aparece então Davi, um menino ainda, mas cheio de fé, ousadia e intrepidez, disposto a mostrar que aquele gigante filisteu que estava afrontando o exército do Deus vivo, era apenas uma oportunidade para que todos conhecessem o poderio e a majestade que há em Deus.
Ele não se intimidou com a estatura, força nem as armaduras daquele guerreiro porque confiou no Senhor dos exércitos.
Por que aqueles dez homens, príncipes, escolhidos para serem líderes de cada tribo, ficaram tão desanimados diante dos desafios a sua frente?
Por que todo exército temia e fugia diante de Golias?
Há pessoas que se sentem tão diminuídas, dominadas pelo medo,
pela insegurança, nunca triunfam diante das crises.
Tem uma imagem totalmente distorcida a seu respeito.
Comemoram seus fracassos antecipados, não lutam nem acreditam na vitória.
Somos imagem e semelhança de Deus, somos mais que vencedoras em Cristo Jesus nosso Senhor.
Deus nos tem capacitado para vencermos todo e qualquer desafio que aparecer na nossa frente. Ele tem preparado não um deserto permanente mas a Canaã nos espera!
Ele quer que sejemos instrumentos de bênção para mostrar a este mundo que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor é a guerra e entregará em nossas mãos a vitória conquistada.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Programação da igreja

Segunda-feira PROSPERIDADE
Terça-feira ESTUDO DA BIBLIA
Quarta-feira FAMILIA
Quinta-feira INTERCESSÃO
Sexta-feira LIBERTAÇÃO E MILAGRE
Sabado CLAMOR DA RESPOSTA
DE SEGUNDA À SABADO ÀS 8H, 15H E ÀS 19H30

DOMINGO- REUNIÃO DE LOUVOR E ADORAÇÃO
HORARIOS ÀS 8H, 15H E ÀS 19H