segunda-feira, 30 de julho de 2012

Você é um carrinho de controle remoto ou um carrinho de bate e volta?



Atos 16. 9 ao vers.36 

Quando no cárcere escuro, Paulo e Silas se encontravam orando e louvando, houve um grande terremoto, de modo que as correntes arrebentaram, ou seja um momento de libertacao. Eles tinham de tudo para estarem deprimidos, chorando , murmurando , e questionando. Muitas vezes não compreendemos o porque de tantas coisas que ocorrem conosco, os namoros que não deram certo, pessoas que nos ofenderam, o momento de tristeza que nos acompanharam, mas é um momento em que Deus está nos moldando.

Sobrenaturalmente as correntes se soltaram, o carcereiro ficou assustado querendo suicidar-se, pois algo estranho estava acontecendo. Mal sabia ele que a salvação estava chegando para a sua vida, para a sua familia, e porque não dizer para os presos.

Este texto me faz refletir da seguinte forma , guiados pelo Espírito Santo, começo a imaginar quando era criança, e lembrar dos carrinhos de controle remoto. Os discípulos são carrinhos, assim como nós, os controles remotos estão nas mãos de Deus, Ele está no comando de todas as coisas. A gasolina do carrinho são as nossas orações. Paulo e Silas oravam, ou seja abasteciam o carrinho, quando o tanque encheu , eles ligaram o carro, houve um grande terremoto, as correntes se soltaram, libertação, e o carrinho de Deus andou.

O que quero dizer, é que Deus fala a Paulo e Silas, passa a Macedônia, em Trôade, entra a direita, sobe , desce , faz isto , aquilo, ou seja guiados pelo Espírito Santo.

Quando a pessoa nao é guiada pelo Espírito Santo, ela é um carrinho bate e volta, aquele carrinho que não tem controle remoto, e vive batendo na parede, na cadeira, ou seja por onde anda. São pessoas que vivem dando socos em pontas de facas, não oram, não pedem a Jesus a direção certa, por isto estão sempre chorando, tristes, deprimidas, a espera das pessoas que são guiadas pelo Espírito Santo. Aqueles homens no cárcere, eram carrinhos bate e volta, mas ao ouvir as orações, os louvores , o grande terremoto aconteceu em suas vidas. A libertação chegou, seus pés e suas mãos já não estavam mais presas, podiam agradecerem a Deus, louvarem , a salvação chegou, glória a Deus..

Logo que o carcereiro aceitou a Jesus Cristo como único e suficiente salvador, ele cuidou das feridas nas costas de Paulo e Silas, ocorridas devido aos acoites, as chicotadas.

Quando aceitamos a Jesus Cristo, ele cuida das nossas feridas, das magoas, das tristezas, de todo o mal que atormentava nossos corações. Lavando nossas feridas, indo onde nenhum psicólogo, terapeuta pode ir, no profundo dos corações, pois Jesus Cristo é o medico dos médicos, somos os seus filhos, ele é o nosso arquiteto, que nos guia e nos direciona. Por tanto, seja um carrinho de controle remoto, não queira ser um carrinho bate e volta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário