sábado, 18 de outubro de 2014

1. Dormia Durante a Crise 
Entre os profetas do Antigo Testamento, Jonas foi o único que teve uma experiência curiosa e singular.
2. A Bíblia não fala mais de ninguém que foi engolido por um peixe. Todos apreciam sua história, principalmente as crianças.
a) Jonas, o profeta que foi engolido por um peixe, é chamado de “o profeta fugitivo”. Alguns até brincam dizendo que Deus mandou Jonas de navio, mas ele quis ir de submarino.
3. Muitas pessoas não aceitam a história de Jonas, porque não pode ser explicada. A ciência não pode explicar como pode ter ocorrido tal fato.
a) Ilustração: Um dia um ateu estava ridicularizando um cristão. Ele disse:
- Vocês cristãos são uns tontos! Vocês creem em coisas tão impossíveis! Você realmente acredita na história de Jonas?
- Sim, eu creio – respondeu o cristão.
- Como você consegue aceitar tal história? Você pode explicá-la para mim?
- Não, eu não posso – disse o cristão.
- Isto me mostra quão tolo você é. Não pode explicar, e ainda assim acredita!
- bem – disse o cristão – realmente não posso dar uma explicação científica, mas quando chegar no Céu, a primeira pessoa que vou procurar será Jonas, e vou pedir uma explicação a ele.
- Ah, ah, ah – riu o ateu. – Você não é só ignorante no que se refere à ciência, mas nem a sua Bíblia conhece! Jonas foi desobediente, e ele não irá para o Céu, mas sim para o inferno.
- bem, respondeu o cristão, então você mesmo pode pedir explicação a ele...
I. A Missão de Jonas
1. Jonas recebeu o chamado. A palavra do Senhor veio até Jonas e ele se tornou o primeiro missionário em terras estrangeiras (Jonas 1:1).
a) Sua missão: levar a mensagem aos habitantes de Nínive. A história de Jonas apresenta o maior reavivamento na história da humanidade.
b) Jonas recebeu um chamado direto de Deus. Mas procurou desobedecer.
2. Vemos nesta história quão longe, muitas vezes, Deus vai para que Seu desígnio seja cumprido em nós.
a) A história de Jonas é a história de cada um de nós. Todos temos um pouco de Jonas em nós.
3. Ele foi enviado a Nínive, uma cidade antiga, maravilhosa, capital do império Assírio. Era um centro de crime e de impiedade. Possuía uma máquina militar brutal e implacável. Ela foi destruída por babilônia em 612 a.C.
4. A arqueologia descobriu:
a) Uma biblioteca com 20 mil livros.
b) O palácio de Senaqueribe que cobria uma área de 1.640 acres de terra e tinha 71 cômodos com paredes de alabastro.
5. Jonas foi chamado por Deus para proteger a vida da nação inimiga que futuramente atacaria seu povo. Não admira que ele fugisse na direção oposta.
a) Jonas não queria encarar a cidade de Nínive e fugiu da presença do Senhor.
b) Enquanto Jonas hesitava, Satanás sobrecarregou-o com o desencorajamento.
II. Jonas Desceu
1. O profeta de Deus, quando desobedeceu, começou a descer.
a) Desceu para Jope.
b) Desceu para o navio.
c) Desceu até o porão do navio.
d) Continuou descendo. Jogaram Jonas para o fundo do mar.
2. Você não pode desobedecer e continuar no mesmo lugar. A desobediência sempre nos leva para baixo.
3. Jonas desceu para o porão do navio e se deitou e dormiu um profundo sono (Jonas 1:5).
4. Nínive seria destruída. Todos seriam mortos e Jonas continuaria dormindo.
a) A Septuaginta (antiga versão em grego do Antigo Testamento) diz: “Dormia profundamente e roncava”.
b) Os juízos de Deus prestes a cair e Jonas dormindo.
c) O profeta de Deus dormindo em tempo de crise.
III. Todos Temos um Pouco de Jonas em Nós
1. Não podemos criticar Jonas.
a) Talvez estejamos nas mesmas condições que o profeta de Deus.
b) Quantos de nós (servos de Deus como Jonas) somos chamados para Nínive, porém, tomamos o navio para Társis.
2. Quantos de nós descem para Jope, tomam o navio, descem para o porão e ali permanecem com a consciência adormecida.
Conclusão
1. Vivemos em tempo de crise econômica, moral e espiritual.
a) Os sinais apontam para a volta de Jesus.
b) Precisamos alertar o mundo dos últimos acontecimentos.
c) Precisamos livrá-los dos juízos de Deus.
2. O evangelho tem que chegar a todas as pessoas.
a) Que missão gloriosa! Ela foi confiada a você e a mim. Mas, estamos dormindo. Dormindo um sono profundo.
3. Leia Efésios 5:14: “Desperta, ó tu que dormes, levanta-te...”
a) Deus está procurando despertar-nos para o tempo em que vivemos e para a urgência da tarefa que colocou sobre nós.
b) Não podemos testemunhar enquanto dormimos. Precisamos levantar e agir.
c) Leia Romanos 13:11: “E digo isto a vós outros que conhecereis o tempo: já é hora de despertar do sono; porque a nossa salvação está, agora, mais perto do que quando no princípio cremos.”
4. Vamos a Nínive! Há uma voz que nos chama para Nínive.
a) Em Nínive há um povo que espera a mensagem de salvação. Precisamos ir agora, antes que seja tarde demais.
b) Trabalhe com alguém de sua família, da escola, do trabalho, que pratica esporte com você. Trabalhe com os vizinhos e amigos. 
c) Fale da Bíblia. Conte o que aconteceu com você. Fale da sua experiência cristã. Convide para a programação da igreja. Sua vida será uma bênção.
d) Deus espera você em Nínive, trabalhando e testemunhando para outras pessoas.
5. Estou orando para que haja um reavivamento em sua vida, bem como na vida da igreja, assim como houve em Nínive.
BP Anderson Camargo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A cura da filha de Jairo. “Então um homem chamado Jairo, dirigente da sinagoga, veio e prostrou-se aos pés de Jesus…” (Lc 8:41)   Ao lermo...