sexta-feira, 26 de agosto de 2016

NÃO PERCA AS OPORTUNIDADES.... A bênção do Senhor é completa. Assim como ninguém compra meio ovo no supermercado, quando Deus abençoa uma vida, Sua bênção é inteira e Sua restauração acontece em todos os setores da sua vida. Não faria sentido o Senhor abençoar apenas a vida financeira de uma pessoa, por exemplo, e deixá-lo com a vida familiar destruída, ou a vida profissional pela metade.
O que acontece é que nós, seres humanos, temos preguiça de usar nossa inteligência para entender a palavra profética, ou simplesmente, temos limites em nossa fé e entendemos que a bênção Dele foi destinada apenas a um setor de nossa vida.
Isso aconteceu com o rei Jeoás de Israel. Jeoás é daquele grupo de reis judeus que, para descrevê-los, a Bíblia usa a frase: “e fez o que era mau aos olhos do Senhor.” Ele não se apartou dos pecados praticados por Jeroboão, filho de Nebate, que fez pecar a Israel. Naquela época o principal pecado de Israel era a idolatria e Jeoás não se apartou dela.
O profeta Eliseu estava muito doente e da enfermidade de que morreu e o rei Jeoás foi até Eliseu, chorou sobre o rosto do profeta e o saudou dizendo: “Meu pai, meu pai, o carro de Israel, e seus cavaleiros!” (2 Reis 13:14). Para quem não se lembra, esta frase foi dita por Eliseu no momento em que Elias foi arrebatado aos céus no redemoinho e os dois foram separados por carros de fogo.
Eliseu sabia que estava para morrer e que não havia tempo a perder e, de imediato, mandou Jeoás pegar um arco e flechas, em seguida disse: “Põe a tua mão sobre o arco”. (2 Reis 13:15). Eliseu pôs suas mãos sobre as mãos do rei. O profeta mandou o rei abrir a janela para o oriente e atirar as flechas e disse: “A flecha do livramento do SENHOR é a flecha do livramento contra os sírios; porque ferirás os sírios; em Afeque, até os consumir.” (2 Reis 13:17). Jeoás foi avisado por Eliseu que aquelas flechas eram do livramento do Senhor e que simbolizavam sua vitória sobre os sírios, principais inimigos de Israel na época.
O profeta deu ordem ao rei que ele ferisse a terra com as flechas que estavam em suas mãos, mas Jeoás só feriu a terra três vezes. Foram só três flechas lançadas na terra por Jeoás, apesar da grande quantidade de flechas nas mãos do rei. Eliseu estava doente e sem nenhuma paciência para burradas e ele ficou muito indignado com Jeoás e disse: “Cinco ou seis vezes a deverias ter ferido; então feririas os sírios até os consumir; porém agora só três vezes ferirás os sírios.” (2 Reis 13:19). Logo em seguida Eliseu morreu. Estava selado o destino do rei Jeoás.
O rei Jeoás conseguiu reconquistar as cidades que o rei da Síria, Ben-Hadade, havia tomado de seu pai Jeoacaz na guerra, mas só feriu os sírios três vezes. Estava cumprida a profecia de Eliseu.
Muitas vezes Deus nos dá a oportunidade de dar a volta por cima, mas não entendemos a vontade do Senhor, ou ficamos com preguiça de pagar o preço da bênção todinha e fazemos como o rei Jeoás: só atiramos as flechas do livramento do Senhor três vezes.
Se Jeoás não tivesse ficado com preguiça de lançar todas as flechas que Eliseu lhe deu e avisou que era a flecha do livramento do Senhor, sua história teria sido outra, ele prevaleceria sobre seus inimigos e teria consumido os sírios de todo. É uma grande lição para nós.
Saiba que Deus sempre quer lhe abençoar em todos os setores de sua vida e que vai depender de sua fé inteligente conquistar seus objetivos e vencer e comer o melhor da terra. Não podemos nos contentar com um cadinho de bênçãos, não podemos nos acomodar com algumas poucas conquistas, Deus não mudou e nunca mudará e Sua bênção é completa. Não desista pelo caminho, não se acomode com pouco, Deus tem muito mais para sua vida....
Bispo Anderson Camargo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A cura da filha de Jairo. “Então um homem chamado Jairo, dirigente da sinagoga, veio e prostrou-se aos pés de Jesus…” (Lc 8:41)   Ao lermo...