sábado, 31 de dezembro de 2016

O Jardim de Deus

“Plantarei no deserto o cedro, a acácia, a murta, e a oliveira; e porei no ermo juntamente a faia, o olmeiro e o buxo”;
Isaias 41: 19

Pode nascer alguma coisa no deserto?
Pode haver vida aonde só existe desolação?
Isaías foi um dos profetas bíblicos do antigo testamento, seu texto revela que ele era um homem fantástico, suas palavras são repletas de analogias inteligentíssimas, suas palavras em muitos momentos são poéticas e cheias de significados.

Neste texto especifico ele afirma que Deus promete vai plantar um jardim no deserto. Claramente ele está fazendo uma metáfora dizendo que a alma humana que busca se reconciliar com o Criador verá brotar um jardim dentro de si, aonde antes só havia deserto.

Como se não bastasse a metáfora do jardim, Isaías passa a descrever as plantas deste jardim, e o interessante é percebermos que cada uma destas plantas vai muito além de um carater meramente decorativo, pois quando pensamos num jardim o que vem a nossa mente são plantas ornamentais e decorativas, mas no texto de Isaías, cada uma destas plantas, além de beleza tem funcionalidade.

O cedro
Cedro é uma madeira nobre, resistente a tempestade,fogo,enchentes etc,pode ser encontrado na floresta tropical e no oriente médio, mas sempre com uma característica marcante, que é a RESISTÊNCIA da sua madeira. O tronco do cedro é tão forte como uma coluna de concreto. A bíblia fala que as colunas do templo de Salomão eram de Cedro do Líbano.Deus está dizendo ao povo de israel quero que vcs tenham crescimento e sejam RESISTENTES ! pode atingir de 35 a 40 metros de altura e a unica coisa que pode destruí la e se ela ultrapassar o LIMITE de crescimento ela se auto destroi ou Seja Deus está dizendo que era para que aquele povo tomasse cuidado para não se tornarem vaidosos e crescerem no orgulho mas crescerem com RESISTÊNCIA !!! E UMILDADE.

Acácia
Acácia é uma árvore menor, sua madeira não é tão forte e cheia de ESPINHOS E SEMENTES VENENOSAS essa Madeira foi a que Deus pediu a Moisés para que fizesse os utensílios para o tabernaculo ou seja Deus esta plantando essa arvore em nós pra que possamos nos Lembrar como Erámos cheios de espinhos e sementes venenosas mas Deus sempre viu dentro de nós uma alma preciosa para Ele !!!..Ele quer nos Usar Amém !!!..Tirar os espinhos e sementes venenosas..

Murta
Representa Fragilidade,Perfume Deus quer ficar aonde o Cheiro é AGRADAVEL...sem engano,Mentira ETC.

Oliveira
A oliveira é a árvore que produz a azeitona de onde vem o azeite. Uma árvore forte que consegue crescer em terrenos pedregosos e mesmo em áreas com poucas chuvas e muito calor ela prospera.
Cresce lentamente nunca mais para de produzir frutos,Ela se renova quando envelhece Ela aponta para Jesus Quando deram por acabado ELE ressuscitou Portanto Deus está Dizendo que não á aposentadoria Espiritual Deus está Dizendo eu Vim pra Ficar !!!

E para o Hermo Deus planta Três arvores....
Cipreste(Faia)
Foi Usada para construir a ARCA Que aponta para a Salvação que Aponta para JESUS.

Olmeiro ou Pinheiro
A madeira era usada para fazer pavimentação para suportar Peso Jesus suportou o peso do nossos pecados..

Buxo ou Alamo
Tem muitas utilidades entre elas a Grande Sombra que ela proporciona Salmos 91 O que habita no esconderijo do Altíssimo e descansa à sombra do Onipotente
Por ultimo o Buxo é um arbusto cuja as folhas eram muito usadas como remédio no passado. Elas funcionam como purgante natural, e estimulam as glandulas sudoríferas de maneira que era usada para combater a febre, no passado o buxo era usado até mesmo contra a malária.

Alguns estudiosos crêem que Isaías estava falando da Bucha que é outra espécie vegetal e neste caso ela é usada para o banho, para que a pessoa esfregue o corpo e tire a sujeira, mas é quase certo que ele se referia à planta que serve como remédio, e que proporciona a cura.

Como vemos o jardim de Deus proposto no texto de Isaías não é apenas decorativo, tem sua beleza e sua utilidade, é uma metáfora belíssima de como somos diferentes e úteis, e que cada um de nós tem seu valor e tem sua funcionalidade.
Isaías descreve que esta é a proposta do Deus criador para nossas vidas, dar ao ser humano beleza,Crescimento,Utilidade e Vitoria, beleza.Para 2017 Amém !!!!!
Bispo Anderson Camargo 

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

A Virada da minha vida !

Marcos 5.24-34
A mulher que foi curada do fluxo de sangue é conhecida pelo seu exemplo de fé. Tudo era contrário a ela, mas persistiu e conseguiu alcançar seu objetivo de tocar em Jesus. O milagre aconteceu porque Jesus sentiu o toque dela (v.29). É maravilhoso saber que Jesus sente nossas vidas. Creia que Jesus está sentindo seu sofrimento junto contigo, para chorar com você e te devolver a alegria.
Você precisa de uma virada em sua vida?
Vamos aprender como esta mulher conseguiu vencer:

1- A Multidão que te aperta: “grande multidão” v.23, 31-34
A primeira barreira que a mulher enfrentou foi uma multidão de pessoas que apertava sua vida. Não havia como alcançar Jesus sem passar por aquela multidão. O caminho estava muito apertado e seria difícil para chegar, mas ela insistiu. Por maior que fosse a multidão, não era tão grande quanto sua vontade de vencer.
Muitas pessoas estão vivendo apertadas e oprimidas por muitas dificuldades e não conseguem visualizar a esperança. É preciso muita coragem para prosseguir até conseguir uma saída no meio de tudo.
Qual seria a multidão que está oprimindo sua vida? Uma multidão de problemas, pensamentos, sofrimento, dores, desafios...
Sua vida está apertada por uma multidão de problemas?
Prossiga até Jesus...Que te dará a vitória! Amém !!!
Persista !!!
2 – O que você vem Arrastando: v.25,26
A segunda dificuldade que a mulher enfrentou foi em si mesma, porque já estava fraca e provavelmente tinha que se arrastar no meio do povo. Por doze anos vinha sofrendo com aquela hemorragia. Quem está sangrando tem pressa. Mas ela não conseguia mais correr de tanto cansaço.
Mesmo se arrastando, a mulher fez três coisas:
-OUVIU: v.27
Passou a andar na direção que ouviu falar que Jesus estava. Agora não se arrastava mais aos médicos e sim até ao Senhor Jesus que poderia curar suas dores.
-FALOU: v.28
Mesmo que muitas vezes já tivesse se lamentado das dores, agora passou a declarar palavras de fé e esperança de sua cura.
-AGIU: v.29
Sua atitude seria simples, mas poderosa. Bastaria um toque de fé para ser curada. Ela se esticou o máximo e conseguiu encostar a mão nas vestes de Jesus.
Muitas vezes lutamos tanto que nos sentimos cansados e não conseguimos mais lutar como antes. Passamos a arrastar nossas vidas com muita dificuldade. Não adianta lamentar e reclamar. É preciso ouvir palavras de fé que fortaleçam. Também é necessário declarar a fé como Jesus ensinou “se disser” (Marcos 11.23). Então é só agir pela fé que conseguimos a vitória.
O que você está arrastando em sua vida? Você tem arrastado dores, relacionamentos, vida profissional, casamento, ministério...
Você tem se arrastado por causa de problemas?
Se arraste até Jesus que te restaura!

3- A hora da Virada: “Jesus ... VIRANDO-SE ” v.30
O curso da multidão seguia até o momento que Jesus sentiu “que dele saíra poder”. Neste momento Jesus se virou para o lado oposto da multidão em direção àquela mulher. O caminho se abriu para ela passar e receber a palavra de cura de Jesus. Agora tudo que era contrário a ela se tornou a seu favor. Nada mais impediria a sua felicidade. Ela se ergueu no meio de todos e saiu andando.
A hora da virada em nossas vidas acontece quando nós não conseguimos mais vencer as multidões e nos arrastamos, mas Jesus vem e muda tudo. O que não conseguimos em toda nossa vida, Jesus faz com uma virada apenas.
Se você não consegue mudar a situação que vive e tudo é contra você, peça ao Senhor Jesus que dê uma virada em sua vida. Ele vai te restaurar e você vai se levantar diante de tudo e todos para receber a bênção do Senhor.
O que precisa ser mudado em sua vida?
Jesus pode mudar que ninguém consegue!

Jesus vai dar uma Virada radical em sua vida!
-CONCLUSÃO:
Aquela mulher sofreu doze anos. Mas com apenas um toque e uma Virada e uma palavra de Jesus foi curada.
Um minuto, hora, dia, semana, mês ou ano passa rápido para quem não está sofrendo. Porém, um segundo de dor parece que nunca vai terminar. Talvez você esteja sofrendo muito e o tempo que não passa de tanta angústia.
A solução é enfrentar a multidão de dificuldades e se for preciso, arrastar-se até Jesus que pode mudar tudo em sua vida.
Há quanto tempo você está sofrendo?
Apenas um toque em Jesus pode mudar tudo! Ele Vai Virar pra Você !!!
Bispo Anderson Camargo.

sábado, 24 de dezembro de 2016

Quem acha Jesus nunca volta pelo mesmo Caminho.
Em Mateus, capítulo 2, nós vemos acerca dos Magos que vieram a Belém adorar o Rei dos judeus. Ora, como eles eram seguidores das estrelas, adoradores dos astros, o que, aliás, a Bíblia condena, não seriam usados pelo diabo para informar Herodes deste acontecimento e incita-Io a matar as criancinhas em Belém?
.
Os Magos eram os sábios de antigamente que vieram de longe adorar o Rei dos judeus que é também o Rei dos reis e Senhor dos senhores. Ficaram conhecidos como Magos , ninguém lhes alterou a designação. Os Magos continuaram a ser Magos. Os astros podem e devem ser estudados. Uma coisa é estudar a posição e movimento dos astros e outra, bem diferente, é adorá-los, venerá-los ou acreditar na suposta influência dos mesmos na vida das pessoas.
.
Deus proíbe, não somente a adoração mas também a consulta dos astros. Não se pode prognosticar nem agourar algo com base nos astros, como fazem os astrólogos na TV acerca dos acontecimentos que terão lugar no ano seguinte. A Bíblia é clara em várias passagens. Não se pode perguntar o que nos dizem os astros para este ano ou para o próximo, porque os astros não falam e nada dizem.
.
Os Magos, de que a Bíblia fala, não adoravam os astros. Eles adoravam o Rei dos reis e vieram de longe para o fazer. E o diabo não iria contribuir para que isso acontecesse, nem teria poder para enviar a chamada Estrela de Belém, apesar de ninguém saber o que representava esse fenômeno astronômico.
Eu creio que a designada Estrela de Belém terá sido um fenômeno especial que Deus fez surgir para aquela ocasião. E, como é evidente, as pessoas que iriam detectá-Io seriam aquelas que costumavam observar os Céus. No passado, Balaão profetizara: "Uma estrela procederá de Jaco" (Números 24:17). Ora, conhecedores dessa profecia e de alguns textos bíblicos devido à permanência do povo de Deus na Babilônia, os sábios concluíram que era chegado o momento de nascer o Rei dos judeus, que eles sabiam ser também o Rei do Universo.
.
Os Magos não poderão ser responsabilizados pela morte das crianças em Belém. Satanás usou Herodes para cometer esta enorme carnificina. Há muitos ataques satânicos ao povo de Deus, antes ou depois da adoração do Rei. Os Magos concretizaram os seus projetos e chegaram ao lugar onde estava o Rei, adoraram-No e fizeram-Lhe ofertas. Poderemos nós aprender algo com eles? Certamente que sim, naquilo que eles tiverem de bom. Aliás, o apóstolo Paulo dizia: "Sede meus imitadores, como também eu de Cristo" (1 Coríntios 11:1).
.
Primeiro, poderíamos dizer que os Magos estavam interessados em adorar o Rei. É importante que estejamos interessados nas coisas espirituais, naquilo que é de Deus. Depois, eles estudavam a ciência da Terra (que incluía a Astronomia) e a Ciência dos Céus, ou seja as profecias bíblicas. Conjugaram as mesmas e concluíram que o Rei estava para chegar. Nós também podemos estudar e conjugar os conhecimentos (fazer o cruzamento dos dados) e concluir que o Rei está prestes a voltar.
.
Os Magos esforçavam-se e nós devemos esforçar-nos por aquilo que, para nós, é importante. Eles percorreram uma grande distância. As distâncias não nos devem meter medo, pois se é para adorar o Rei, vale a pena. Depois, ofertaram ouro, incenso e mirra, símbolos da Realeza, Divindade e Sacrifício. Nós podemos oferecer-Lhe a nossa vida e o nosso coração. Entregar-Lhe os nossos sonhos, planos e projetos. Que Ele seja o Senhor da nossa vida!
.
Por fim, os Magos mudaram de CAMINHO, a fim de não passarem pelo palácio de Herodes. Nós também DEVEMOS fazer assim, mudar de CAMINHO,depois de um encontro com o Rei Jesus devemos mudar de CAMINHO, de vida, de atitude. Não voltar a passar pelos mesmos locais pecaminosos,mas nascer de novo para Deus. Porque aquele que está em Cristo nova criatura é; as coisas velhas já passaram.
Bispo Anderson Camargo.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

O BEZERRO DE OURO
“Quando o povo viu que Moisés tardava em descer da montanha, congregou-se em torno de Aarão e lhe disse: “Vamos, faz-nos um deus que vá à nossa frente, porque a esse Moisés, a esse homem que nos fez subir da terra do Egito, não sabemos o que lhe aconteceu”. Aarão respondeu-lhes. “Tirai os brincos de ouro das orelhas de vossas mulheres, de vossos filhos e filhas e trazei-mos”. Então todo o povo tirou das orelhas os brincos e os trouxeram a Aarão. Este recebeu o ouro das suas mãos, o fez fundir em um molde e fabricou com ele uma estátua de bezerro. Então exclamaram: “Este é o teu Deus, ó Israel, o que te fez subir da terra do Egito.” Quando Aarão viu isso, edificou um altar diante da estátua e fez uma proclamação: “Amanhã será festa ”. No dia seguinte, levantaram-se cedo, ofereceram holocaustos e trouxeram sacrifícios de comunhão. O povo assentou-se para comer e para beber, depois se levantou para se divertir. ÊXODO 32:1-6

O texto apresentado acima nos conta a história ocorrida quando Moisés, pela sexta vez, sobe ao Monte para receber do Senhor as tábuas da Lei. Em um episódio anterior, Moisés junto com outros Anciãos, inclusive Aarão, havia subido ao Monte, e a Bíblia relata que eles viram a Deus (não viram em sua plenitude, lógico, pois nenhum homem jamais viu a Deus, mas viram a presença de Deus manifestada em poder e glória, leia em Êxodo 24). Não viram como Moisés vira, face a face, contudo tiveram sua experiência vendo o poder de Deus manifesto.O problema maior que vemos lendo este episódio é que Aarão, mesmo conhecendo ao Deus que lhe tirara do Egito, rapidamente cedeu aos apelos do povo para lhes fazer a imagem do Deus que havia lhes libertado. O povo que viveu tanto tempo no Egito, acostumado a ver objetos de culto em todos os lugares, queria ver um deus materializado a qual pudessem adorar. E Aarão, mesmo sabendo que não pode ser “reproduzido” (ele vira sua glória no Monte), trabalhou no ouro a forma de um deus que estava acostumado a ver entre os povos: um bezerro. Certamente ele tinha visto aquela figura repetida em muitas divindades pagãs, como o deus egípcio Ápis.

A descrição não deixa margem para dúvidas de que a ideia do Bezerro de Ouro foi de Aarão.Lembrando a todos que está escrito em Ageu 2:8 "Tanto a prata quanto o ouro me pertencem", declara o Senhor dos Exércitos.Portanto a essência que é o OURO é Boa é de Deus mas Arão Construiu uma Imagem ERRADA, Foi ele que construiu,QUANTAS Pessoas hoje em dia também que tem a Essência certa mas estão construindo uma imagem ERRADA dando MAU Testemunho por passam ? pois o texto mostra que ele trabalhou o ouro com um buril. Mas quando Moisés volta do Monte e o questiona a respeito daquele deus ele mente! Ele diz: “Quem tem ouro, arranque-o; e deram-mo, e lancei-o no fogo, e saiu este bezerro.” (Êxodo 32:24) Mas que mentira! Ele havia moldado o bezerro!! Quando ele foi apertado pelo povo a construir um deus, ele somente exteriorizou o que estava nele: o bezerro saiu de dentro dele, das suas imaginações! Que grande perigo, que lição a se aprender! O maior trabalho de Deus não é tirar o homem do Egito, mas sim tirar o Egito de dentro dos homens!

Outro ponto interessante que vejo nessa passagem é que Aarão pediu ao povo que lhes trouxesse os pendentes de ouro que usavam nas orelhas para fazerem um deus deles, e eles prontamente levaram. O que nos leva a pensar que o falso deus foi construído não somente a pedido do povo, mas com os pendentes que estavam em suas orelhas. Interessante… um símbolo de embelezamento, de ego; um deus que fosse para eles algo que poderiam ver e que lhes falaria o que quisessem ouvir, que satisfizesse o seu ego! Uma idolatria a si próprios, um deus que servisse ao seu bel-prazer.

Por que chegamos a essa conclusão? Analise conosco esse fato: Moisés é, no Velho Testamento, um dos ‘tipos’ de Jesus, correto? E ele havia subido ao Monte da presença de Deus e permanecia lá há tantos dias que povo achou que tivesse morrido, que não fosse mais voltar! Então eles precisavam de um outro líder, e de um outro Deus a seguir, já que o líder havia desaparecido e também o Deus que os tirara do Egito havia silenciado; “Mas vendo o povo que Moisés tardava em descer do monte…” (Êxodo 32:1) Viram? O povo achou que Moisés tardava em descer do monte, da mesma maneira como hoje muitos cristãos acham que Jesus tarda em voltar. Crêem Nele, sabem que foi aos Céus, mas acham que a vida aqui vai continuar por séculos da mesma maneira, não discernem os sinais da sua vinda. E correm até seus líderes em busca de um deus que satisfaça suas necessidades de materializar a sua fé, achando que assim conhecerão ao Deus que os tirou do Egito. Infelizmente seus corações estão cheios dos falsos deuses do presente século: vaidade, mundanismo, avareza,etc… E os líderes por sua vez, mesmo tendo tido uma experiência com o Deus verdadeiro um dia, cedem aos apelos do povo e criam, através das teologias cheias de desvios heréticos, novos deuses segundo as suas imaginações, que satisfaçam os olhos, os ouvidos dos seguidores. E são verdadeiras as afirmações bíblicas que dizem que “Porque os tais não servem a nosso Senhor Jesus Cristo, mas ao seu ventre; e com suaves palavras e lisonja enganam os corações dos simples.” (Romanos 16:18) e ainda “Cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas.” (Filipenses 3:19)
Esse Bezerro de Ouro é ou não é uma ilustração muito atual do ‘falso evangelho’ que temos visto ser pregado por ai?

Onde esses falsos deuses estão entronizados, o Senhor não pode estar!

Foi por isso que Moisés quebra (vendo aquela idolatria descabida) em seu furor, as tábuas que Deus lhe dera. Não se pode viver sob a Lei do Senhor, e ser servo exclusivo Dele se ainda temos ídolos em nossos corações.

Naquele evento houve uma separação, uma exigência para qua presença de Deus continuasse com eles. E aqueles que não se achegaram Moisés sofreram o juízo da morte! E muitos morreram naquele dia.

Olhe hoje ainda dentro de si e peça a Deus que te mostre através da ação do Espírito Santo se existe algum Bezerro de Ouro entronizado em seu coração e lance-o fora! Hoje ainda é dia de escolher a Jesus e ser salvo da morte eterna! Escolhei hoje a quem sirvais!

“Porque naquele dia cada um lançará fora os seus ídolos de prata, e os seus ídolos de ouro, que vos fabricaram as vossas mãos para pecardes,” Isaías 31:7

“E tirou da casa do Senhor os deuses estranhos e o ídolo, como também todos os altares que tinha edificado no monte da casa do Senhor, e em Jerusalém, e os lançou fora da cidade.” 2 Crônicas 33:15
Bispo Anderson Camargo.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Números 21.4-9 - As serpentes. Este texto fala do tempo em que o povo de Israel caminhava pelo deserto, rumo à terra prometida. Com mão poderosa, Deus o havia livrado Israel da escravidão e dos exércitos do Faraó e o fizera atravessar o Mar Vermelho. Ele guiou o seu povo através do deserto. Quando faltou água, Deus providenciou. Quando houve fome, enviou o maná e codornizes. Assim, ao longo dos anos, Deus tinha demonstrado seu amor e cuidado pelo povo, conduzindo-o para a terra prometida.
Mas os anos passavam, a promessa de chegar à terra prometida não se realizava e o deserto era terrível e implacável. A certa altura, o povo perdeu a paciência, esqueceu-se de tudo que Deus já havia feito, e se revoltou contra ele e contra a liderança de Moisés. Dizia: vocês nos tiraram do Egito para morrer de fome e sede neste deserto. Já estamos cansados, e não vemos quando isso vai terminar. (v. 5)
Também nós somos peregrinos e Deus tem nos acompanhado, caminhando conosco. Ele nos tem dado o pão de cada dia. Ele tem feito maravilhas em nossas vidas, desde o nosso nascimento. Salmo 145.9 diz isto com clareza: “O Senhor é bondoso com todos e cuida com carinho de todas as suas criaturas. (NTLH) Ele tem mantido a nossa vida. E, com mão poderosa tem nos ajudado diante de tantos problemas na vida.
É verdade que a nossa caminhada de vida se dá através de muitos desertos. Existem travessias perigosas, dias de angústia e medo. Muitas vezes desanimamos de nossas esperanças, pois parecem distantes demais. Fome e sede – passar por dificuldades - fazem parte de nossas vidas.
E, muitas vezes, também nós estamos diante da possibilidade de nos esquecermos de tudo o que Deus já tem feito; perdermos a paciência com Deus; e nos revoltarmos. Às vezes estamos diante da tentação de deixar Deus de lado, e resolver as coisas da nossa maneira.
As serpentes têm um significado no imaginário na Bíblia: é apresentada como símbolo da perfídia, da maledicência, da calúnia, da mentira, do engano, tem uma maldade astuta e representa perigo mortal. Deus ter enviado serpentes significa que ele deixou a maledicência, a mentira, o engano, a maldade tomarem conta do povo. Deixar-se “morder” pela serpente significa afastar-se de Deus, significa morrer – “vou fazer o que eu quero, sem perguntar por Deus.” – Deixar-se “morder” pela serpente significa ver o caos da maldade tomando conta, pois onde há ausência de Deus na nossa vida, a maldade e o poder da morte toma conta.
É o que diz o nosso texto. Deus ficou extremamente decepcionado com o seu povo, e o abandonou à própria sorte. Então o deserto se tornou mortal. E o sofrimento se multiplicou sobremaneira e a vida tornou-se insuportável.
É muito importante manter viva a lembrança de tudo que Deus tem feito por nós. Precisamos recordar as muitas bênçãos que Ele nos dá. E, com isto, nos manter firmes na fé, até mesmo nos momentos mais angustiosos e difíceis da nossa vida, quando somos tentados a nos revoltar contra Deus, a pensar que Deus nos abandonou.
E, quando nos deixamos levar – quando nos deixamos “morder” pela serpente – a dor e a morte se fazem presente de forma avassaladora na nossa vida. Quando nos damos conta do que fizemos, nos arrependemos. Então o arrependimento nos leva à oração; nos leva a buscarmos novamente Deus. E a mensagem maravilhosa é que Deus, de novo, ouve a nossa oração.
O nosso texto diz que Deus ouviu a oração de Moisés. Ele não retirou o mal de imediato. Não deixou de haver conseqüências para o pecado do povo. Mas ele providenciou uma saída: quem tivesse sido mordido por uma cobra, e olhasse para a serpente de bronze, ficaria curado.
Domingo estaremos participando da Santa Ceia do Senhor!!..Em Todas as Igrejas Unidos em Uma Só Fé Lembrando da morte e ressurreição de Jesus. Num mundo que se esquece de Deus, que se esquece de perguntar por sua vontade, a pergunta é: para onde nós podemos olhar hoje? Para onde o mundo deveria olhar para ficar curado do mal?
Nós temos a cruz de Jesus Cristo . Em João 3.14,15, Jesus mesmo diz: “E do modo porque Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do Homem seja levantado, para que todo o que nele crê tenha a vida eterna.” A cruz Jesus é que nos faz ver o nosso pecado, pois, aquele que não teve pecado, assumiu todos os nossos pecados e fracassos para que pudéssemos ser perdoados. Jesus sofreu a morte para que nós tivéssemos vida e salvação.
A cruz é o símbolo, é o sinal, é a indicação de que Deus está bem perto de nós; que ele vem ao nosso encontro. O amor de Deus para com a humanidade caída é tão grande que ele deu o seu próprio filho. A cruz, para nós, cristãos, é sinal de vida e salvação.
De onde me virá o socorro?, pergunta o salmista. O Novo Testamento responde: Olha para a cruz. De lá vem o seu socorro!!!!
Levantemos os olhos! Olhemos para Jesus (Cruz)! Ela fala do socorro que vem de Deus e de um amor infinito pela humanidade.
Quando formos “mordidos” pela tentação de duvidarmos de Deus, de nos revoltarmos contra Deus, de expulsarmos Deus de nossa vida, olhemos para a cruz: a cruz estará sempre ali a nos dizer: há um lugar para você no coração de Deus. Você sempre pode voltar. Deus te aceitará de volta e te conduzirá pela estrada da vida
Amém.
Bispo Anderson Camargo.