sexta-feira, 3 de abril de 2015

O Cordeiro pascal era uma figura de Cristo
Êxodo 12:1-15.
"1-E FALOU o SENHOR a Moisés e a Arão no Egito, dizendo:
2-Este mesmo mês vos será o princípio dos meses; este vos será o primeiro dos meses do ano.
3-Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês tome cada um para si um cordeiro, segundo as casas dos pais, um cordeiro para cada família.
4-Mas se a família for pequena para um cordeiro, então tome um só com seu vizinho perto de sua casa, conforme o número das almas; cada um conforme ao seu comer, fareis a conta conforme ao cordeiro.
5-O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, o qual tomareis das ovelhas ou das cabras.
6-E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde.
7-E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem.
8-E naquela noite comerão a carne assada no fogo, com pães ázimos; com ervas amargosas a comerão.
9-Não comereis dele cru, nem cozido em água, senão assado no fogo, a sua cabeça com os seus pés e com a sua fressura.
10-E nada dele deixareis até amanhã; mas o que dele ficar até amanhã, queimareis no fogo.
11-Assim pois o comereis: Os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a páscoa do SENHOR.
12-E eu passarei pela terra do Egito esta noite, e ferirei todo o primogênito na terra do Egito, desde os homens até aos animais; e em todos os deuses do Egito farei juízos. Eu sou o SENHOR.
13-E aquele sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; vendo eu sangue, passarei por cima de vós, e não haverá entre vós praga de mortandade, quando eu ferir a terra do Egito.
14-E este dia vos será por memória, e celebrá-lo-eis por festa ao SENHOR; nas vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo.
15-Sete dias comereis pães ázimos; ao primeiro dia tirareis o fermento das vossas casas; porque qualquer que comer pão levedado, desde o primeiro até ao sétimo dia, aquela alma será cortada de Israel.” [Êxodo 12:1-15].
A palavra PÁSCOA significa "PASSAGEM", tanto para os judeus quanto para os Cristãos.
A celebração da Páscoa para os cristãos apregoa a ressurreição de Jesus Cristo. Para os judeus, expressa a festa comemorativa que dura há mais de 3.000 anos com a saída dos escravos hebreus do Egito.
Tanto para os judeus com o para os cristãos, a Páscoa significa libertação.
Através deste estudo poderemos constatar a semelhança do cordeiro pascal do Antigo Testamento, e Jesus Cristo, O CORDEIRO DE DEUS do Novo Testamento.
1. O cordeiro pascal tinha que ser macho de um ano
“O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, o qual tomareis das ovelhas ou das cabras.” [Êxodo 12:5].
“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” [Isaías 9:6].
2. O cordeiro pascal tinha que ser sem defeito:
O cordeiro não podia ter deformidade, distorção, falha, mancha; (figura de Cristo, sem pecado).
O cordeiro pascal não poderia ter a mais insignificante mancha ou defeito; tinha quer ser perfeito para o sacrifício. Jesus nunca apresentou defeito algum. Mesmo na cruz, nenhum dos seus ossos foi quebrado.
“O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, o qual tomareis das ovelhas ou das cabras.” [Êxodo 12:5].
Era necessário que cada pai de família tirasse do rebanho, um cordeiro de um ano sem nenhum defeito físico, ou enfermidade, e o separasse por quatro dias para ser minuciosamente examinado. Se durante este período o animal apresentasse alguma deformidade deveria ser descartado imediatamente.
“Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado,” [I Pedro 1:19].
“Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito;” [I Pedro 3:18].
3. O cordeiro pascal tinha que ser tirado do rebanho:
“O cordeiro, ou cabrito, será sem mácula, um macho de um ano, o qual tomareis das ovelhas ou das cabras.” [Êxodo 12:5].
“14-E, visto como os filhos participam da carne e do sangue, também ele participou das mesmas coisas, para que pela morte aniquilasse o que tinha o império da morte, isto é, o diabo;
15-E livrasse todos os que, com medo da morte, estavam por toda a vida sujeitos à servidão.
16-Porque, na verdade, ele não tomou os anjos, mas tomou a descendência de Abraão.
17-Por isso convinha que em tudo fosse semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote naquilo que é de Deus, para expiar os pecados do povo.
18-Porque naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados.” [Hebreus 2:14-18].
4. O cordeiro pascal tinha que ser escolhido antecipadamente:
“Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês tome cada um para si um cordeiro, segundo as casas dos pais, um cordeiro para cada família.” Êxodo 12:3“... porque tu me amaste antes da fundação do mundo.” [João 17:24].
“Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor;” [Efésios 1:4].
“O qual, na verdade, em outro tempo foi conhecido, ainda antes da fundação do mundo, mas manifestado nestes últimos tempos por amor de vós;” [I Pedro 1:20].
“... Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.”Apocalípse 13:8.
“E, chegando-vos para ele, pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa,” [I Pedro 2:4].
Cristo é o cordeiro aprovado por Deus para ser sacrificado por toda a humanidade.
5. O cordeiro pascal tinha que ser separado por quatro dias, ser bem examinado para depois ser morto:
“Falai a toda a congregação de Israel, dizendo: Aos dez deste mês tome cada um para si um cordeiro, segundo as casas dos pais, um cordeiro para cada família. [Êxodo 12:3]. ___ “E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde.” [Êxodo 12:6].
A Páscoa é sinônimo de pureza.
O cordeiro pascoal era separado no décimo dia de Abibe (abril) e examinado minuciosamente antes do seu sacrifício no dia 14 de Abibe, pois o cordeiro tinha que ser "... imaculado".
Quando Jesus entrou de maneira triunfal em Jerusalém, registrado no capítulo 19 de Lucas, o povo estava trazendo seus cordeiros para serem examinados pelos sacerdotes.
Jesus, O CORDEIRO DE DEUS, também foi examinado pelos sacerdotes. [Mateus 22:15-46]. Porém, todos ficaram sem palavras diante da multidão. Nenhum deles achou defeito algum que o incriminasse. “E ninguém podia responder-lhe uma palavra; nem desde aquele dia ousou mais alguém interrogá-lo.” [Mateus 22:46].
As autoridades civis também não puderam encontrar nenhuma falta em Jesus. No momento que Jesus foi levado perante Caifás, ao mesmo tempo os cordeiros estavam sendo examinados.
Caifás procurou todos os meios possíveis para encontrar incriminações contra Jesus e entregá-lo desmoralizado a Pilatos, mas não encontrou.
“12-Então a coorte, e o tribuno, e os servos dos judeus prenderam a Jesus e o maniataram.
28-Depois levaram Jesus da casa de Caifás para a audiência. E era pela manhã cedo. E não entraram na audiência, para não se contaminarem, mas poderem comer a páscoa.” [João 18:12-28].
Pilatos também examinou Jesus e nada descobriu. “Então Pilatos saiu fora e disse-lhes: Que acusação trazeis contra este homem?” [João 18:29].
“4-Então Pilatos saiu outra vez fora, e disse-lhes: Eis aqui vo-lo trago fora, para que saibais que não acho nele crime algum.
6-Vendo-o, pois, os principais dos sacerdotes e os servos, clamaram, dizendo: Crucifica-o, crucifica-o. Disse-lhes Pilatos: Tomai-o vós, e crucificai-o; porque eu nenhum crime acho nele.” [João 19:4, 6].
“Quem dentre vós me convence de pecado? E se vos digo a verdade, por que não credes?” [João 8:46].
“Disse-lhe Pilatos: Que é a verdade? E, dizendo isto, tornou a ir ter com os judeus, e disse-lhes: Não acho nele crime algum.” [João 18:38].
Jesus ficou quatro dias em Jerusalém antes de ser morto para ser minuciosamente examinado, cumprindo assim todas as exigências de Deus. “Porém, havendo nele algum defeito, se for coxo, ou cego, ou tiver qualquer defeito, não o sacrificarás ao SENHOR teu Deus.” [Deuteronômio 15:21].
Jesus tinha que ser declarado “... santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores, e feito mais sublime do que os céus.” [Hebreus 7:26].
6. O cordeiro pascal tinha que ser morto pelo povo:
“E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde.” [Êxodo 12:6].
“A este que vos foi entregue pelo determinado conselho e presciência de Deus, prendestes, crucificastes e matastes pelas mãos de injustos;” [Atos 2:23].
7. O cordeiro pascal tinha que ser morto à tarde:
“E o guardareis até ao décimo quarto dia deste mês, e todo o ajuntamento da congregação de Israel o sacrificará à tarde.” [Êxodo 12:6].
Os animais deveriam ser mortos no crepúsculo da tarde, (entre as quinze e as dezessete horas).
“33-E, chegada a hora sexta, houve trevas sobre toda a terra até a hora nona.
34-E, à hora nona, Jesus exclamou com grande voz, dizendo: Eloí, Eloí, lamá sabactâni? que, traduzido, é: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?
35-E alguns dos que ali estavam, ouvindo isto, diziam: Eis que chama por Elias.
36-E um deles correu a embeber uma esponja em vinagre e, pondo-a numa cana, deu-lho a beber, dizendo: Deixai, vejamos se virá Elias tirá-lo.
37-E Jesus, dando um grande brado, expirou.
38-E o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo.” [Marcos 15:33-38].
8. O sangue do cordeiro pascal deveria ser derramado e aspergido nas vergas e portas.
“7-E tomarão do sangue, e pô-lo-ão em ambas as ombreiras, e na verga da porta, nas casas em que o comerem.
12-E eu passarei pela terra do Egito esta noite, e ferirei todo o primogênito na terra do Egito, desde os homens até aos animais; e em todos os deuses do Egito farei juízos. Eu sou o SENHOR.” [Êxodo 12:7, 12].
O sangue do animal imolado deveria ser passado nos umbrais das portas de suas casas. Aquele sangue representava o sangue do Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. O sangue de nosso Senhor Jesus Cristo.
“13-Porque, se o sangue dos touros e bodes, e a cinza de uma novilha esparzida sobre os imundos, os santifica, quanto à purificação da carne,
14-Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?” [Hebreus 9:13-14].
“Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas.” [I Pedro 1:2].
Fomos salvos pelo sangue do “Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”.
A morte não chegou ás casas dos israelitas porque eles atenderam a orientação de Deus. Eles creram que o sangue do cordeiro poderia os livrar da morte, da escravidão e dar acesso a Canaã prometida. O sangue do cordeiro substituto era um sinal protetor, e assim o anjo destruidor não entraria na casa para destruir o primogênito.
“22-Então tomai um molho de hissopo, e molhai-o no sangue que estiver na bacia, e passai-o na verga da porta, e em ambas as ombreiras, do sangue que estiver na bacia; porém nenhum de vós saia da porta da sua casa até à manhã.
23-Porque o SENHOR passará para ferir aos egípcios, porém quando vir o sangue na verga da porta, e em ambas as ombreiras, o SENHOR passará aquela porta, e não deixará o destruidor entrar em vossas casas, para vos ferir.” [Êxodo 12:22-23].
9. A páscoa obrigava comer as partes difíceis do cordeiro:
“Não comereis dele cru, nem cozido em água, senão assado no fogo, a sua cabeça com os seus pés e com a sua fressura.” [Êxodo 12:9].
1-A Cabeça: Cristo é tudo em todos. Ele tem o total controle sobre a nossa Vida. “E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja,” [Efésios 1:22].
“... Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo.” [Efésios 5:23].
2-Os Pés: Depois da nossa regeneração, não somos mais ovelhas perdidas andando pelo nosso próprio caminho. De agora em diante somos movidos pelos Pés do Senhor Jesus Cristo.
3-A fressura: Alimentamos-nos de Cristo. “Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos.” [João 6:53].
FRESSURA ___ Conjunto das vísceras (entranhas, intestinos) mais grossas (pulmão, fígado, coração)
O cordeiro não poderia ser comido cru ou cozido em água, mas, assado inteiro sem quebrar nenhum de seus ossos. “Dela nada deixarão até à manhã, e dela não quebrarão osso algum; segundo todo o estatuto da páscoa a celebrarão.” [Números 9:12].
10. Nenhum osso deveria ser quebrado do cordeiro pascal:
“Numa casa se comerá; não levarás daquela carne fora da casa, nem dela quebrareis osso.” [Êxodo 12:46].
“Porque isto aconteceu para que se cumprisse a Escritura, que diz: Nenhum dos seus ossos será quebrado.” [João 19:36].
11. O cordeiro pascal deveria ser comido com ervas amargas:
“E naquela noite comerão a carne assada no fogo, com pães ázimos; com ervas amargosas a comerão.” [Êxodo 12:8].
As ervas amargas simbolizam os sofrimentos e dificuldade do povo israelita no cativeiro.
As ervas amargas simbolizava os anos de aflição que o povo judeu havia suportado no Egito, enquanto que o pão asmo representava o próprio Jesus, o pão vivo que haveria de descer do céu.
“48-Eu sou o pão da vida.
51-Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo.
58-Este é o pão que desceu do céu; não é o caso de vossos pais, que comeram o maná e morreram; quem comer este pão viverá para sempre.” [João 6:48, 51, 58].
A refeição incluía um cordeiro assado, pães ázimos (sem fermento, para lembrar que saíram com pressa do Egito) e ervas amargas (para lembrar do sofrimento do povo no deserto, rumo à Terra Prometida).
As ervas significam que seremos disciplinados e corrigidos pelo Senhor durante nossa caminhada no deserto deste mundo.
“Sabes, pois, no teu coração que, como um homem castiga a seu filho, assim te castiga o SENHOR teu Deus.” [Deuteronômio 8:5].
“E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do SENHOR, E não desmaies quando por ele fores repreendido;” [Hebreus 12:5].
“11-Filho meu, não rejeites a correção do SENHOR, nem te enojes da sua repreensão.
12-Porque o SENHOR repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a quem quer bem.” [Provérbios 3:11-12].
12. O cordeiro pascal deveria ser comido com pães asmos (pão sem fermento):
“E cozeram bolos ázimos da massa que levaram do Egito, porque não se tinha levedado, porquanto foram lançados do Egito; e não se puderam deter, nem prepararam comida.” [Êxodo 12:39].
Na antiga Páscoa judaica, as famílias retiravam de suas casas todo o fermento.
Semelhantemente devemos estar mortos para o pecado, despojando toda a soberba, ressentimentos, a arrogância, inveja e competitividades.
Não podia ser achado fermento nas casas, do dia 14 até o dia 21, sob pena de morte. Indicava que na noite da saída do Egito não houve tempo para levedar as massas para os pães, pois o povo saiu “às pressas”.
“6-Não é boa a vossa jactância. Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa?
7-Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós.
8-Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade.” [I Coríntios 5:6-8].
Os pães asmos e as ervas amargas simboliza nossa escravidão no pecado, porém Cristo, nossa Páscoa, é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo; libertando-nos definitivamente de todo jugo de Satanás.
13. O cordeiro pascal deveria ser comido apressadamente:
“Assim pois o comereis: Os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a páscoa do SENHOR.” [Êxodo 12:11].
Significa compromisso do povo de Deus. Estar vestido e preparado para não ser pego de improviso.
“Levantai-vos, e ide-vos, porque este não é lugar de descanso; por causa da imundícia que traz destruição, sim, destruição enorme.” [Miquéias 2:10].
“Porque até agora não entrastes no descanso e na herança que vos dá o SENHOR vosso Deus.” [Deuteronômio 12:9].
14. O cordeiro pascal deveria ser comido com a cintura apertada:
“Assim pois o comereis: Os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a páscoa do SENHOR.” [Êxodo 12:11].
“Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios, e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo;” [I Pedro 1:13].
15. O cordeiro pascal deveria ser comido com o cajado na mão:
“Assim pois o comereis: Os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a páscoa do SENHOR.” [Êxodo 12:11].
“Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.” [Salmo 23:4].
16. O cordeiro pascal deveria ser comido com os pés calçados:
“Assim pois o comereis: Os vossos lombos cingidos, os vossos sapatos nos pés, e o vosso cajado na mão; e o comereis apressadamente; esta é a páscoa do SENHOR.” [Êxodo 12:11].
Deveriam comer em alerta, prontos para deixar a vida de escravidão. Cajado nas mãos, lombos cingidos, sandálias nos pés; aparelhados para marchar em direção da herança prometida por Deus.
“Evita que o teu pé ande descalço , e a tua garganta tenha sede. Mas tu dizes: Não há esperança; porque amo os estranhos, após eles andarei.” [Jeremias 2:25].
“E calçados os pés na preparação do evangelho da paz;” [Efésios 6:15].
17. O cordeiro pascal não deveria ser tirado da casa:
“Numa casa se comerá; não levarás daquela carne fora da casa, nem dela quebrareis osso.” [Êxodo 12:46].
“Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor,” [Efésios 3:17].
Significa que a fé é individual.
18. O que restasse do cordeiro pascal, até a manhã deveria ser queimado:
“E nada dele deixareis até amanhã; mas o que dele ficar até amanhã, queimareis no fogo.”[Êxodo 12:10].
“Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem.” [Mateus 7:6].
“Dá-nos cada dia o nosso pão cotidiano;” [Lucas 11:3].
“Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha.” [I Coríntios 11:26].
“Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós.” [I Coríntios 5:7].
BISPO Anderson Camargo

Nenhum comentário:

Postar um comentário