quarta-feira, 10 de junho de 2015

Qual o seu foco?
"Depois, foram para Jericó. E, saindo ele de Jericó com seus discípulos e uma grande multidão, Bartimeu, o cego, filho de Timeu, estava assentado junto do caminho, mendigando.
E, ouvindo que era Jesus de Nazaré, começou a clamar, e a dizer: Jesus, filho de Davi, tem misericórdia de mim.
E muitos o repreendiam, para que se calasse; mas ele clamava cada vez mais: Filho de Davi! tem misericórdia de mim.
E Jesus, parando, disse que o chamassem; e chamaram o cego, dizendo-lhe: Tem bom ânimo; levanta-te, que ele te chama.
E ele, lançando de si a sua capa, levantou-se, e foi ter com Jesus.
E Jesus, falando, disse-lhe: Que queres que te faça? E o cego lhe disse: Mestre, que eu tenha vista.
E Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Jesus pelo caminho."
Marcos 10:46-52
Tudo na vida começa com um sonho, com uma visão. Perder a visão é algo muito sério! Esse homem além de cego era mendigo – Duas coisas muito difíceis, duas áreas na vida muito complicadas. O Cantor Ray Charlles disse certa vez que daria toda a riqueza que tinha para poder enxergar.
A Bíblia relata que Jesus passava por Jericó, Ele saiu da sua terra rumo a uma direção, um propósito que era ir para Jerusalém. Aos doze anos Jesus disse aos seus pais: “Vocês não sabem que vim fazer a vontade de meu Pai”. A direção de Jesus era fazer a vontade de Deus!
Na hora da crise temos que ter uma visão senão colocamos tudo a perder! Tudo na vida começa com uma visão e Aquele que pode restaurar a nossa visão é o Senhor Jesus - uma perda, uma derrota, o sofrimento pode nos trazer conhecimento para vencermos futuramente!
Tire oportunidades das crises
Diante de uma crise, há pessoas que se matam, largam a família, afundam nas drogas. Mas a palavra crise significa oportunidade. Depois da Segunda Guerra Mundial, o Japão estava destruído, os efeitos das bombas se projetaram também futuramente na população, mas um príncipe Japonês teve uma visão, porque viu no meio da destruição, um brotinho no tronco de uma árvore. Ele chamou os cientistas e disse: “Há vida, é possível, se recuperarmos os rios, se fizermos um esforço, conseguiremos...” Precisamos ser otimistas diante das crises!
Na crise olhe para cima: “Elevo os meus olhos para os montes de onde me virá o socorro?”
Os japoneses viram a possibilidade de mudança, de reconstrução, e iniciaram o trabalho. Tiraram do meio da destruição, esperança! Eles espalharam no mundo a tecnologia e hoje são detentores das maiores empresas no ramo tecnológico no mundo e tudo isso por causa de um brotinho no tronco.
A Palavra de Deus relata que aquele homem vivia das migalhas. Existem pessoas que se acomodam e colocam a culpa nos outros, quando na verdade, são os maiores culpados da sua mendicância.
Esse homem era mendigo, não tinha perspectiva de vida até ouvir falar que Jesus vinha. Faça das suas dificuldades degraus para a vitória! O cego de Jericó ouviu que Jesus estava passando por ali e foi rumo a sua cura.
Alguns mendigos que estavam próximos podem ter pensado: “Jesus vai passar por aqui, muitas pessoas virão, a coleta será grande!” Mas aquele homem ao ouvir falar que Jesus passaria ali, pensou na sua cura! E ele gritava: “Jesus, filho de Davi, tem compaixão de mim!”
Compaixão significa dó – Jesus não parou porque Ele não quer ter dó de nós, aquele homem era cego, mas tinha as mãos, tinha vigor. A cegueira dele tornara-se a paralisia dele.
Mas quando ele gritou: “ Jesus Filho de Davi tem misericórdia de mim!” Jesus parou, porque aquele homem reconheceu a sua miserabilidade e que necessitava do Senhor.
Misericórdia é diferente de compaixão – Aquele homem reconheceu sua condição e quando Jesus o chamou ele teve a visão que sua história mudaria e lançou de si a sua capa.
Jesus restaurou a visão daquele homem e o mesmo passou a seguir Jesus estrada a fora!
BISPO Anderson Camargo

Nenhum comentário:

Postar um comentário