quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Paulo e Silas na Prisão.
Mesmo presos eles louvaram ao Senhor pois confiavam em Deus. As muralhas e prisões caem diante dos servos do Senhor, essa é uma linda história de fé e vitória, veja...
Paulo e Silas foram dois servos do Senhor Altíssimo. Eles andavam e pregavam a palavra do Senhor, expulsando espíritos maus, curando e libertando vidas no nome de Jesus, mas existia uma mulher que os condenavam, essa mulher tinha um espírito mau de adivinhações e ganhava muito dinheiro prevendo futuro de quem a procurava, de tanto ela julgar e condenar a Paulo de Silas, Paulo irou-se e expulsou dela o espírito de adivinhação, um dos comparsas dessa mulher viu que não ganharia mais dinheiro com as adivinhações pois o espírito mal saiu dela, o comparsa levou a força junto com outros homens Paulo e Silas no magistrado e disse:
"Estes homens são judeus e estão perturbando a nossa cidade, propagando costumes que a nós, romanos, não é permitido aceitar nem praticar." (Atos dos Apóstolos 16:20,21)
Então prenderam-los e os açoitaram, após os açoites os prenderam e além de presos eram vigiados 24 horas por guardas e estavam também acorrentados a um tronco para que não houvesse nenhuma alternativa de fuga, mas mesmo assim Paulo e Silas, não se desesperaram, eles cantavam e oravam ao Senhor mesmo presos. E através dessa tão grande fé dos dois aconteceu por volta da meia noite... leia o versículo abaixo:
"De repente, houve um terremoto tão violento que os alicerces da prisão foram abalados. Imediatamente todas as portas se abriram e as correntes de todos se soltaram." (Atos dos Apóstolos 16:26)
Acontecendo isso você deve imaginar que Paulos e Silas fugiram achando estarem libertos né? NÂO! Paulo e Silas não fugiram e ainda aconselhou a todos que não fugissem também, pois sabiam seguir o caminho certo em todos os sentidos da vida.
O carcereiro ficou impressionado com a fé deles e prostrou diante de Paulos e Silas e perguntou o que era preciso para ele ser salvo?
Eles responderam: "Creia no Senhor Jesus, e serão salvos, você e os de sua casa" (Atos dos Apóstolos 16:31)
O carcereiro os levaram para sua casa, Paulos e Silas pregaram para a família do carcereiro, o carcereiro deu comida a os dois e limpou suas feridas, mas teve que leva-los novamente para a prisão.
Pela manhã como por um milagre o magistrado decidem libertar a Paulo e Silas, mesmo assim Paulo e Silas não aceitaram e o representante do magistrado foi pessoalmente na prisão e pediu perdão a os dois e os libertaram.
Veja só Paulo e Silas foram humilhados por servirem ao Senhor, mas no fim Deus os honrou ao ponto do magistrado se rebaixar e pedir perdão ao dois.
"Deus exalta aos que são humilhados"
Leia essa história completa em Atos dos Apóstolos, capitulo 16.
Bispo Anderson Camargo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A cura da filha de Jairo. “Então um homem chamado Jairo, dirigente da sinagoga, veio e prostrou-se aos pés de Jesus…” (Lc 8:41)   Ao lermo...